Yūki Hideyasu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Yūki Hideyasu

Yūki Hideyasu ( 结城秀康 ? , 1 de março de 1574 - 2 de junho de 1607) foi um Daimyō que viveu entre o Período Azuchi-Momoyama e início do Período Edo . Foi o Primeiro Daimyo do Domínio de Fukui em Echizen [1].

Vida[editar | editar código-fonte]

Hideyasu nasceu Tokugawa Ogimaru em 1574, o segundo filho de Tokugawa Ieyasu, com sua concubina, Lady Oman que disse ter dado à luz a gêmeos, e que o irmão de Ogimaru sucederia o pai de Oman como monge do Santuário Chiryū em Mikawa. Hideyasu nasceu na Vila de Ofumi, próximo ao Castelo de Hamamatsu [2]

Oman era serva de Lady Tsukiyama , a esposa de Ieyasu. E quando Oman ficou grávida, Ieyasu temendo a ira de sua esposa, mandou Oman para a casa de seu vassalo Honda Shigetsugu , e foi lá que Hideyasu e seu irmão nasceram [3].

O jovem Hideyasu, por algum motivo, não gostava do pai Ieyasu. Só conhecera seu pai aos três anos de idade, e mesmo esse frio encontro, não aconteceu por vontade de seu pai, mas por causa de seu meio-irmão, Matsudaira Nobuyasu. Após o seppuku de Nobuyasu por ordem de seu pai, Hideyasu seria o próximo da linha sucessória dos Tokugawa, no entanto, como parte das negociações de paz após a Batalha de Komaki-Nagakute, foi adotado (na realidade, se tornou um refém) por Toyotomi Hideyoshi . Enquanto vivia com os Toyotomi , Hideyasu quiz ser chamado de Hashiba Hideyasu, que combinava os nomes de seu pai adotivo também era chamado de Hashiba Hideyoshi e seu pai biológico [3].

Combates[editar | editar código-fonte]

Hideyasu participou de sua primeira campanha durante a Campanha de Kyūshū em 1587, levando o assalto Castelo Buzen-Iwaishi. Também recebeu homenagens por sua distinção na pacificação da província de Hyūga . Hideyasu também participou do Cerco de Odawara (1590) e da Campanha da Coreia (1592). Seus sucessos nestas campanhas valeu-lhe o respeito como um comandante de campo capaz, apesar de sua pouca idade [3].

Em 1589, nasceu um filho de Toyotomi Hideyoshi, e assim Hideyasu foi dado em adoção no ano seguinte, a Yūki Harutomo da Província de Shimōsa. Ao casar-se com a sobrinha de Harutomo, Hideyasu conseguiu a liderança do Clã Yūki e do Domínio de Yūki com renda de 111.000 koku [3].

Após a batalha de Sekigahara , foi transferido para o Domínio de Fukui em Echizen (670.000 koku) [3]. Em 1604, ele assumiu o sobrenome Matsudaira [4]. Quando morreu, em 1607, seu primeiro filho Matsudaira Tadanao o sucedeu.



Precedido por
Yūki Harutomo
Japanese Crest mitu Tomoe Old design.svg - Líder do Clã Yūki-Matsudaira
1590–1607
Sucedido por
Matsudaira Tadanao
Precedido por
Yūki Harutomo
Daimyō de Yūki
1590–1601
Sucedido por
Mizuno Katsunaga
Precedido por
Ninguém
Daimyō de Fukui
1601–1607
Sucedido por
Matsudaira Tadanao


Referências

  1. Louis-Frédéric Nussbaum "Matsudaira Hideyasu" in Japan Encyclopedia (em inglês) Harvard University Press, 2002 pp. 616 ISBN 9780674017535
  2. Hideyasu no Museu da Cidade de Fukui (em japonês) página visitada em 21/08/2013
  3. a b c d e Clã Fukui em Edo 300 (em japonês) página visitada em 21/08/2013
  4. Edmund Papinot , (2003). Matsudaira (Echizen-ke) in Nobiliare du Japon pp. 29-30 página visitada em 21/08/2013
Ícone de esboço Este artigo sobre História do Japão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.