Yūrei

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Yūrei (幽霊?) são figuras do folclore japonês, análogo às lendas ocidentais de fantasmas. O nome é composto por dois kanjis, 幽, , significando “fraco” ou “fraca” e 霊, rei, que significa “alma” ou “espírito”. Nomes alternativos incluem 霊 亡 Borei, significando arruinadas ou partiram espírito, 死 霊 Shiryo, significado “espírito morto”, ou o mais abrangente 妖怪 Yokai ou お化け Obake.

Os Yurei são uma farta fonte de histórias, sendo inclusive usadas em filmes de terror. O Chamado (2002) e O Grito (2004) são releituras de obras nipônicas que abusam desta temática. Nestes filmes, temos espíritos femininos que não encontraram o caminho para o plano espiritual. Por diversos motivos, elas retornaram ao plano terreno com o intuito de vingança. Embora sejam Yurei, as personagens Samara e Kaiako se encaixa como Onryo. Trata-se de espíritos extremamente vingativos, e um dos mais temidos da cultura japonesa. Basta saber que, seu poder é tamanho que segundo seus contos, é possível matar aquele que atravessar seu caminho. Mesmo que consiga destruir sua vítima, esse espírito inquieto nunca ficará satisfeito, já que sua raiva e ódio é ilimitado. [1]

Referências

  1. Guariento, Vitor (5 de agosto de 2018). «Qual a lenda por trás de filmes como O Grito e O Chamado?». Vitor Hugo da Silva Guariento. Consultado em 6 de agosto de 2018. 


Ícone de esboço Este artigo sobre o Japão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.