Yoon Bong-Gil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Yoon Bong-Gil
Yoon Bong-Gil
Nascimento 21 de junho de 1908
Yesan, Coreia
Morte 19 de dezembro de 1932 (24 anos)
Kanazawa, Japão
Monumento a Yoon Bong-Gil no Parque Hongkou, Xangai.

Yoon Bong-Gil (21 de junho de 1908, Yesan, Coreia – 19 de dezembro de 1932, Kanazawa, Japão) foi um ativista da independência da Coreia e assassino[1][2] que trabalhou contra o Japão durante a ocupação de seu país (1910–1945).

Bombardeio de Xangai[editar | editar código-fonte]

Em 29 de abril de 1932, ele executou um atentado usando uma bomba disfarçada de cantil em uma celebração do exército japonês para o aniversário do Imperador Hirohito no Parque Hongku, Xangai. A explosão matou Yoshinori Shirakawa, um general do Exército Imperial Japonês, e Kawabata Sadaji (河端貞次?), um chanceler do governo dos residentes japoneses em Xangai. Ela também feriu seriamente Kenkichi Ueda, o comandante da 9ª Divisão do Exército Imperial Japonês, Kuramatsu Murai (村井倉松?),o Cônsul-Geral japonês em Xangai, e Shigemitsu Mamoru, o enviado japonês em Xangai.

Yoon foi preso na cena do crime e julgado por uma corte militar japonesa em Xangai em 25 de maio. Ele foi transferido para uma prisão em Osaka em 18 de novembro e executado em Kanazawa em 18 de dezembro. Seus restos foram queimados no cemitério de Nodayama.

Chiang Kai-shek disse que "um jovem patriota coreano realizou algo que dezenas de milhares de soldados chineses não conseguiram".[3]

Consequências[editar | editar código-fonte]

Em maio de 1946, seus restos foram escavados por residentes coreanos no Japão, transferidos para Seul e receberam ritos de funeral. Ele, então, foi novamente cremado no Cemitério Nacional Coreano. Em 1962, o governo da Segunda República da Coreia do Sul louvou o seu ataque a bomba e concedeu o título póstumo do Cordão da República da Coreia (Grande Cordão) da Ordem do Mérito da Liberação a ele.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Ahn Gong-geun Designated as 'Independence Activist of July'» KBS [S.l.] 3 de julho de 2008. Consultado em 24 de agosto de 2008. In 1931, he co-founded the Society for Korean Patriots with Kim Gu, and the following year led a number of independence movements with other activists including Yoon Bong-gil. Ahn Gong-geun died on May 30, 1939. 
  2. Christopher Carpenter (3 de abril de 2005). «Scenes of Korea's Suffering Under Japan». Ohmynews. Consultado em 24 de agosto de 2008. Three photos show the capture and death of independence leader Yoon Bong Gil. Yoon is led away by Japanese soldiers and then put to death by a firing squad. This exhibit is at Woninjae subway station, Incheon, until April 16. 
  3. (em coreano) 100년 만에 우리 앞에 다가온 윤봉길...

Notas[editar | editar código-fonte]

  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em inglês, cujo título é «Yoon Bong-Gil».