Yuri Burago

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Yuri Burago
Yuri D. Burago no Instituto de Pesquisas Matemáticas de Oberwolfach, 2006
Nascimento 21 de junho de 1936 (83 anos)
União Soviética
Nacionalidade russo
Cidadania União Soviética, Rússia
Alma mater Universidade Estatal de São Petersburgo
Ocupação matemático
Empregador Instituto de Matemática Steklov
Orientador(es) Victor Zalgaller e Aleksandr Danilovich Aleksandrov
Orientado(s) Grigori Perelman, Anton Petrunin
Instituições Universidade Estatal de São Petersburgo
Campo(s) matemática

Yuri Dmitrievich Burago (em russo: Юрий Дмитриевич Бураго) é um matemático russo.

Trabalha com Geometria diferencial e convexa.

Educação e carreira[editar | editar código-fonte]

Burago estudou na Universidade Estatal de São Petersburgo, onde obteve o doutorado e habilitação, orientado por Victor Zalgaller e Aleksandr Aleksandrov.

Burago é chefe do Laboratório de Geometria e Topologia do Departamento de São Petersburgo do Instituto de Matemática Steklov da Academia de Ciências da Rússia.[1] Participou da elaboração de um relatório da Fundação Estadunidense para a Pesquisa e Desenvolvimento Civil (United States Civilian Research and Development Foundation - CRDF) para os estados independentes da antiga União Soviética.[2]

Foi orientador de Grigori Perelman, que resolveu a conjectura de Poincaré, um dos sete problemas do Prêmio Millenium.

Obras[editar | editar código-fonte]

Dentre seus outros livros e artigos incluem-se:

  • Geometry III: Theory of Surfaces (1992)[3]
  • Potential Theory and Function Theory for Irregular Regions (1969)[3]
  • Isoperimetric inequalities in the theory of surfaces of bounded external curvature (1970)[3]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) matemático(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.