Yuri Burago

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Yuri Burago
Yuri D. Burago no Instituto de Pesquisas Matemáticas de Oberwolfach, 2006.
Nacionalidade Rússia Russo
Alma mater Universidade Estatal de São Petersburgo
Orientador(es) Victor Zalgaller e Aleksandr Danilovich Aleksandrov
Orientado(s) Grigori Perelman, Anton Petrunin
Instituições Universidade Estatal de São Petersburgo
Campo(s) Matemática

Yuri Dmitrievich Burago (em russo: Юрий Дмитриевич Бураго) é um matemático russo.

Trabalha com Geometria diferencial e convexa.

Educação e carreira[editar | editar código-fonte]

Burago estudou na Universidade Estatal de São Petersburgo, onde obteve o doutorado e habilitação, orientado por Victor Zalgaller e Aleksandr Aleksandrov.

Burago é chefe do Laboratório de Geometria e Topologia do Departamento de São Petersburgo do Instituto de Matemática Steklov da Academia de Ciências da Rússia.[1] Participou da elaboração de um relatório da Fundação Estadunidense para a Pesquisa e Desenvolvimento Civil (United States Civilian Research and Development Foundation - CRDF) para os estados independentes da antiga União Soviética.[2]

Foi orientador de Grigori Perelman, que resolveu a conjectura de Poincaré, um dos sete problemas do Prêmio Millenium.

Obras[editar | editar código-fonte]

Dentre seus outros livros e artigos incluem-se:

  • Geometry III: Theory of Surfaces (1992)[3]
  • Potential Theory and Function Theory for Irregular Regions (1969)[3]
  • Isoperimetric inequalities in the theory of surfaces of bounded external curvature (1970)[3]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) matemático(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.