Zeppelin LZ1

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido de «Zeppelin LZ1» na Wikipédia em inglês. Ajude e colabore com a tradução.
Zeppelin LZ 1
Picto infobox aerostat.png
Primeiro voo do Zeppelin LZ1 a partir de um hangar flutuante
no Lago de Constança.
Descrição
Tipo / Missão Dirigível experimental
País de origem  Alemanha
Fabricante Gesellschaft zur Förderung der Luftschifffahrt
Quantidade produzida 1 unidade(s)
Primeiro voo em 2 de julho de 1900 (115 anos)
Especificações
Dimensões
Comprimento 128,02 m (420 ft)
Diâmetro 11,73 m (38,5 ft)
Volume 11 298  (399 000 ft³)
Propulsão
Motor(es) 2 x motores à pistão Daimler de quatro cilindros refrigerados a água
Potência (por motor) 14,2 hp (10,6 kW)
Performance
Velocidade máxima 27 km/h (14,6 kn)
Notas
Capacidade de elevação: 12 420 kg (27 400 lb)
Dados de: Giants in the Sky[nota 1]

O Zeppelin LZ1 foi o primeiro dirigível experimental de sucesso, que decolou de um hangar flutuante no Lago de Constança, próximo a Friedrichshafen, sul da Alemanha, às 20:30[1] de 2 de julho de 1900.[2]

"LZ" é a sigla de Luftschiff Zeppelin, Dirigível Zeppelin.

Design e desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

O LZ1 tinha 126 m de comprimento geral, 11,4 m de diâmetro[2] e pesava 13 toneladas.[1] Foi construído usando um molde coberto com algodão macio. Dentro haviam cerca de 17 células de gasolina, e um total de 12.000 m3 de hidrogênio podiam ser armazenados.[2]

A aeronave era manobrada para frente e para trás por lemes, e a propulsão era produzida por dois motores Daimler de combustão interna de 15-hp, cada um, girando duas hélices. A aeronave também utilizava 130 kg suspensos entre o casco que poderiam ser movimentados para frente ou para trás para controlar a altitude e cerca de 300 kg de lastro.[1] Passageiros e equipe eram carregados em duas gôndolas de 6,2 metros de comprimento feitas de alumínio, uma na dianteira outra na traseira da aeronave.

História Operacional[editar | editar código-fonte]

Na sua primeira tentativa o LZ-1 carregou cinco pessoas presas a uma altitude de 410 m e voaram uma distância de 5,95 km em 17 minutos, mas o vento forçou um pouso de emergência (algumas vezes referenciado como uma "queda") na água. Depois de ser reparada, a aeronave voou mais duas vezes mostrando seu potencial, batendo o recorde mundial de velocidade que na época era da aeronave do Exército Francês, La France, de 6 m/s por 3 m/s, mas isso não pôde convencer os possíveis investidores.[1] Como o dinheiro estava esgotado, Ferdinand von Zeppelin teve que desmontar o protótipo, vender tudo, e liquidar a companhia.[1]

Notas

  1. Robinson 1973 pp.23-4

Referências

  1. a b c d e Editores da de.wikipedia.org, de:Zeppelin#Der erste „Zeppelin“
  2. a b c Lueger, Otto: Lexikon der gesamten Technik und ihrer Hilfswissenschaften, Bd. 1 Stuttgart, Leipzig 1920., S. 404-412. Luftschiff

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Robinson, Douglas H. (1973) Giants in the Sky Henley-on-Thames, Foulis. ISBN 0 85429 145 8
  • Taylor, Michael J. H.. Jane's Encyclopedia of Aviation. London: Studio Editions, 1989. 906 p.


Precedido por
-
Maior aeronave do mundo
1900 - 1928
Sucedido por
LZ 127 Graf Zeppelin (Dirigível)
Ícone de esboço Este artigo sobre aerostação é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.