Análise do comportamento aplicada

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de ABA (terapia))
Ir para: navegação, pesquisa

ABA, Applied Behaviour Analysis (em inglês), ou Análise Comportamental Aplicada (em português), ou ainda Análise do Comportamento Aplicada (como é mais conhecida no Brasil) é uma abordagem da psicologia comportamental que foi adaptada e aplicada ao ensino de crianças com autismo.[1] É também referida pela tradução Análise Aplicada do Comportamento ou ainda como Intervenção Comportamental Intensiva (IBI, na sigla em inglês). Baseia-se nos princípios de reforço positivo, solicitações graduais, repetição e as divisão das tarefas em pequenas partes, ensinadas inicialmente em separado. O programa é feito muitas vezes em casa. Estudos mostram que crianças que recebem intervenção comportamental em geral, obtiveram ganhos significativos.[2]

Em um programa ABA de qualidade, procedimentos de modificação de comportamento são claramente especificados. As instruções e dicas (prompts), reforçadores ("recompensas") e materiais que são usados para desenvolver cada habilidade são determinados individualmente para cada aluno.[3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. LEAR, Kathy. Help Us Learn: A Self-Paced Training Program for ABA Part I: Training Manual" (em inglês). 2 ed. Canadá: [s.n.], 2004.
  2. SM, Johnson CP, Council on Children with Disabilities. (2007). Management of Children With Autism Spectrum Disorders (em inglês). Pediatrics 120 (5): 1162–82. DOI:10.1542/peds.2007-2362. PMID 17967921.
  3. GREEN, Gina. Análise Comportamental Aplicada ao Autismo (em inglês). Estados Unidos: [s.n.].

Ligações externas[editar | editar código-fonte]