Acesso não uniforme a memória

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde maio de 2012). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.

Acesso Não-uniforme a Memória (NUMA(em inglês)) é uma arquitetura para projeto de memória principal de computadores multiprocessados. Nesta arquitetura o acesso à memória executado pelos processadores é não uniforme, o que significa que cada processador terá uma latência diferente ao acessar a memória principal e compartilhada do computador. Essa latência não-uniforme vem do fato de que cada processador ou conjunto de processadores tem os seus bancos de memória local. E o conjunto dessas memórias locais de cada processador forma a memória principal do computador. Quando um processador requisita memória mas não tem mais espaço em sua memória local, ele pede espaço de memória ao processador vizinho, memória remota. Neste caso, a latencia será maior pois a distância física do processador ao banco de memória é maior.

Ícone de esboço Este artigo sobre Informática é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.