Agente inteligente

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde outubro de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde fevereiro de 2008). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.

O agente inteligente, é aquele que adota a melhor ação possível diante de uma situação, está presente na resolução de uma infinidade de problemas dos usuários comuns. Hoje, a internet conta com diversas iniciativas que utilizam agentes, desde sites que comparam preços de produtos para compra até mecanismos de busca inteligentes, que navegam dentro das páginas web, apresentando o resultado da busca classificado pelo grau de acerto e relevância dos assuntos.

Na língua portuguesa o significado da palavra "agente" é geralmente interpretada nos dicionários como:

  • Alguém que atua diretamente;
  • Alguém atuando ou fazendo negócios por outro;
  • Procurador, delegado.

Estas definições atendem algumas características, mas não contemplam o amplo significado de um agente inteligente.

Um agente é definido como uma entidade computacional que funciona de forma contínua e autônoma em um ambiente restrito, ambiente no qual, podem existir outros agentes com características comuns ou não. Informalmente um agente é alguém ou alguma coisa que atua como um procurador com propósito específico de realizar ações que podem ser entendidas como benéficas dentro do contexto onde ele atua.

Um sistema poderá ser visto como um agente se for capaz de perceber seu ambiente por meio de sensores e de agir sobre esse ambiente por intermédio de atuadores agregando as características como autonomia, habilidade social, reatividade e pró-atividade.

Agentes reativos
Pode desenvolver inteligência a partir de interações com seu ambiente, não necessita modelo preestabelecido.
São eles
Agentes reativos simples
Respondem a percepções
Interpreta entrada, verifica regra correspondente e age
Agentes reativos baseado em modelo
Mantêm o estado interno para aspectos não percebidos
Estado interno modela mundo
Pode utilizar percepções passadas para base em decisões
Agentes cognitivos
Complexo, com mecanismos de tomada de decisões avançados, interações sofisticadas e com um objetivo fortemente estabelecido.
São eles
Agentes baseados em objetivos
Procuram atingir alvos
Mais flexível que reativos
Agentes baseados na utilidade
Tentam maximizar suas expectativas
Pondera probabilidade de sucesso em relação à importância de objetivos