Areópago

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Areópago visto a partir da Acrópole de Atenas

O areópago (em grego antigo: Ἄρειος Πάγος areios pagos, "Colinas de Ares") era a parte nordeste da Acrópole em Atenas e também o nome do próprio conselho que ali se reunia.[1] Além de supremo tribunal, o conselho também cuidou de assuntos como educação e ciência por algum tempo.[2]

Cristianismo[editar | editar código-fonte]

Por volta de 50 da era cristã filósofos epicureus e estoicos que discutiam com o apóstolo Paulo, o levaram ao Areópago para que lhes contassem a respeito de sua nova doutrina. Assim, Paulo disse ter feito o famoso discurso, o Areopagede,"O Deus que fez o mundo e tudo o que nele há, sendo ele o Senhor do céu e da terra, não habita em santuários feitos por mãos dos homens "Atos 17:24.[2]

Referências

  1. Simon Hornblower; Antony Spawforth; Esther Eidinow. The Oxford Classical Dictionary. Oxford University Press; ISBN 978-0-19-954556-8. p. 146.
  2. a b Arnaldo Schüler. Dicionário enciclopédico de teologia. Editora da ULBRA; 2002. ISBN 978-85-7528-031-7. p. 61.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • STARR, Chester G.; O nascimento da democracia ateniense; São Paulo: Odysseus; ISBN 85-88023-58-X
Ícone de esboço Este artigo sobre a Grécia é um esboço relacionado ao Projeto Europa. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Areópago