Azzone Visconti

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Azzone Visconti.png

Azzone Visconti (7 de dezembro de 1302 - 16 de agosto de 1339) foi Senhor de Milão desde 1329 até sua morte. É considerado o fundador do Estado de Milão, que mais tarde transformou-se num ducado.

Nascido em Ferrara, era o filho legítimo de Galeazzo I Visconti e de Beatrice d'Este. Em 1322 foi nomeado Senhor de Piacenza, mas no mesmo ano, junto com o seu pai, foi forçado a fugir. Em 1325 fez parte da vitoriosa Batalha de Altopascio contra os guelfos. Foi preso na infame Forni de Monza.

Em 1329 comprou por 60.000 (ou 125.000[1]) florins o título de vigário imperial de Milão do imperador Luis IV, contra a vontade do Papa, quem se considerava o único no direito de conceder esses títulos. No mesmo ano foi acusado de ser um dos assassinos do seu tio Marco, mas nunca foi condenado. No dia 15 de março, 1330 Azzone foi nomeado o senhor perpétuo de Milão.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]