Bainha carótica

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Bainha carótica com as bordas coradas em vermelho.

A bainha carótica é um tecido fibroso tubular que se localiza da base do crânio até a raiz de cada lado do pescoço. É formada pela fusão das três lâminas da fáscia cervical (pré-traqueal, pré-vertebral e superficial).[1] As principais estruturas que são envolvidas pela bainha são a artéria carótida comum e interna, o nervo vago e a veia jugular interna. Se comunica inferiormente com o mediastino do tórax e superiormente com a cavidade do crânio, o que transforma essas regiões em vias potenciais de disseminação de infecções e hemorragias.[1]

Conteúdo[editar | editar código-fonte]

Artérias carótidas comum e interna, veia jugular interna, nervo vago, linfonodos cervicais profundos, nervo do seio carótico, fibras nervosas simpáticas.[1]

Referências

  1. a b c MOORE, Keith. Anatomia orientada para clínica. 4ª ed. 2001. Editora Guanabara Koogan. Pgs. 893, 905 e 906.
Ícone de esboço Este artigo sobre Anatomia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.