Baropodometria

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Baropodometria é o estudo da pisada e por consequência da postura.[1]

O centro de investigação da Universidade de Montpellier, em 1978, sob a direção do professor Rabishong, fez uma investigação de medidas computarizadas de sistemas de pressão, para o estudo estático e dinámico de cargas nos pés.

Os expertos têm certificado este método de diagnóstico para complementar as observações clínicas e proporcionar ao paciente uma análise mais compreensível e precisa. O Baropodómetro Electrónico, é um equipamento modular desenvolvido para o estudo das pressões plantares estáticas e dinâmicas, com a mais alta concepção de tecnologia, que consiste de uma passarela barosensível com sensores, em uma plataforma de aproximadamente três metros, conectada a um computador que recria imagens coloridas e dados estatísticos com um alto valor diagnóstico

O equipamento é único em seu gênero pois permite a avaliação do ciclo completo da marcha (mínimo duas pisadas) por sua configuração modular.

É um sistema de apoio para os experts, já que permite apreciar as cargas dos pés em diferentes modalidades, proporciona uma análise biomecânica e estrutural das possíveis anomalias na marcha e na postura. Os relatórios das análises obtidos pelo sistema brindam informações que complementam as observações do especialista para avaliação periódica, de diagnóstico, pre-post cirúrgica, terapéutica e / ou reabilitatória.

O Baropodómetro Eletrónico Modular Clínico é composto de uma plataforma com 4800 sensores ativos em 120 cm. e uma passarela de 200 cm de comprimento. A informação adquirida pode ser com ou sem o uso de calçados e é precisa, instantânea e permite a repetição do arquivo gravado.

O Baropodómetro Eletrónico Modular é um sistema que estuda as pressões com aplicações específicas na análise do pé. A informação das pressões (estática, dinámica e postural) é utilizada para aprofundar no diagnóstico clínico e para avaliar áreas de sub e sobre cargas.

Referências

  1. AMARAL, Amanda Saloni do; HIGASHIAMA, Tami; OLIVEIRA, Claudia Santos. Análise baropodométrica estática plantas comparativa entre adultos jovens sedentários e bailarinos. X Encontro Latino Americano de Iniciação Científica e VI Encontro Latino Americano de Pós-Graduação, Universidade do Vale do Paraíba, 2006. Acesso em: 18 de agosto de 2011.