Basboussa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde outubro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.

A basbousa (árabe), revani (turco) o ravani e ranavi (grego, ραβανί y ρεβανί) é um doce feito de sêmola em calda. Tradicionalmente também se pode adicionar um pouco de coco.

A população do sul da Grécia o nomeiam ravani, mas no norte é conhecido como revani, de mesma forma que em turco, especialmente na cidade de Véria, onde é uma sobremesa tradicional de outrora. Esta sobremesa é achada nas cozinhas do leste do Mediterrâneo com nomes diferentes e possivelmente seja uma variante do prato egípcio ma’mounia.

A basboussa é muito comum nos países árabes mas é conhecido como Hareesa (o nome original). Se crê que posteriorimente foi introduzido em outros países, como Iraque, Turquia e Líbia, com o nome de basbousa.


Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre culinária é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.