Blood and Gold

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Blood and Gold
Autor (es) Anne Rice
Idioma inglês
País Estados Unidos
Género Terror
Série Crônicas Vampirescas
Editora Alfred A. Knopf
Lançamento 16 de outubro de 2001
Páginas 480
ISBN ISBN 0679454497 (edição em capa-dura)
Cronologia
Último
Último
Merrick
Blackwood Farm
Próximo
Próximo

Blood and Gold (2001) é o oitavo livro da série Crônicas Vampirescas da escritora Anne Rice.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O livro começa com um antigo vampiro de ascendência nórdica despertando depois de ter sido congelado em um bloco de gelo por centenas de anos. O vampiro, Thorne, encontra Marius de Romanus e pergunta sobre o passado de Marius. Marius então conta a sua história de vida.

Como um jovem patrício romano, Marius foi sequestrado por druidas que estavam tentando encontrar um substituto para o seu "deus do bosque" - um vampiro, mantido trancado dentro de uma câmara debaixo de uma árvore, que assumiu o papel de um deus de uma religião druida. Marius não quis receber os poderes do deus moribundo, mas, no entanto, eles lhe são dados.

Incapazes de passar uma vida preso em uma árvore, Marius foge dos druidas (um dos quais é Mael). Ele embarca em uma viagem para o Egito, onde aprende com Akasha e Enkil, os Mãe e Pai ou Aqueles Que Devem Ser Mantidos - os progenitores de todos os tipos de vampiros. Ele leva-os com ele de volta para Roma depois de saber que se eles morrerem, todos os outros vampiros do mundo sofrerão o mesmo destino.

Ele se apaixona por uma mortal, Pandora, e a transforma em vampira. Eles vivem felizes por muito tempo, embora discutam com certa freqüência. Um dia, sua casa é atacada por um grupo de vampiros que querem saber os segredos de dAqueles Que Devem Ser Mantidos. Apesar deles destruirem esses vampiros, o ataque leva a uma discussão entre os dois e Marius, cheio de raiva, deixa Pandora.

Marius em seguida, retorna para Roma, onde cria uma vida para si como um socialite, confraternizando com mortais e praticando a pintura. É aqui que ele encontra Mael e Avicus, o último dos quais é um ex-deus do bosque - um vampiro mais velho do que Marius, mas que parece não conhecer o seu próprio poder. Há ainda muita inimizade entre Mael e Marius, e Marius pede-lhes para que partam. Eles fazem isso, mas permanecem na cidade de Roma. Marius não se importa com isso, desde que mantenham a cidade livre de outros bebedores de sangue que podem bisbilhotar os segredos dAqueles Que Devem Ser Mantidos em sua mente. Marius continua a viver desta forma mesmo com o Império Romano dividido, com sua capital transferida para Constantinopla.

Posteriormente, Marius, Mael e Avicus deixam Roma quando ela é saqueada por bárbaros. Eles viajam para Constantinopla, levando consigo a Mãe e o Pai. Lá, eles conhecem uma vampira poderosa chamada Eudóxia, que quer que Marius deixe Aqueles Que Devem Ser Mantidos sob seus cuidados. Depois de orar para Aqueles Que Devem Ser Mantidos por uma resposta, ele cede apenas o suficiente para permitir que Eudóxia os veja. Após uma série de conflitos violentos, Marius furioso arrasta Eudóxia de volta para dentro do santuário e lança-a em Akasha, que de repente desperta para destruí-la.

Percebendo que ele não pode viver com outros vampiros devido a sua guarda dos Pais Divinos, Marius decide retomar à Itália. Torna-se desanimado com os horrores da Peste Negra e dorme durante centenas de anos. Ele desperta novamente durante a Renascença, e viaja por toda a Itália, visitando Veneza e Florença, admirando a arte e a cultura. Em Roma, ele encontra o vampiro Santino, que afirma que Marius está vivendo em pecado por não servir Satanás. Marius o ameaça e diz para Santino nunca chegar perto dele novamente.

Marius decide morar em Veneza, e se estabelece como pintor amador. Sua casa está configurada como um lugar onde os rapazes podem vir e melhorar a si mesmos, se preparando para ir para à universidade ou para se tornar artesãos. Durante este tempo, ele também se apaixona pelos trabalhos de Botticelli, a quem ele considera brevemente transformá-lo em vampiro.

É em Veneza que Marius conhece Armand Amadeo. Ele o descobre em um porão imundo, esperando para se tornar um prostituto no bordel da cidade. Ele compra o menino dos comerciantes de escravos e leva de volta à sua casa, onde ele o banha e promete-lhe uma vida melhor.

Com o passar dos anos Marius continua a sua vida de maneira feliz, desaparecendo ocasionalmente para atender aos Pais Divinos. Amadeo cresce, e os dois repartem muitas vezes a mesma cama. Marius é tentado a dar a Amadeo o Dom Negro, transformando-o em um vampiro, mas ele desiste.

Quando Marius está fora de casa cuidando dos Pais Divinos, sua casa é atacada pelo lorde inglês Harlech, que se tornou obcecado por Amadeo após dormir com ele. Amadeo consegue matar Harlech, mas fica com várias feridas da lâmina envenenada de Harlech. Ele fica com febre. Marius chega e é dito que Amadeo vai, pois o veneno é muito forte. Marius transforma Amadeo em vampiro, a fim de evitar que o rapaz morra. Ele ensina-lhe a usar suas presas apenas em malfeitores para salvar sua consciência.

Algum tempo depois Amadeo torna-se um vampiro, a casa é atacada por um bando de vampiros adoradores de Satanás sob a liderança de Santino. Marius é queimado e quase morre, mas consegue salvar a própria vida ao pular em um canal. No entanto, ele está gravemente ferido e acredita que Amadeo será morto.

Ele pede ajuda a uma mulher chamada Bianca Solderini. Os dois se conheceram há vários anos e têm uma relação estreita. Marius está demasiado fraco para caçar, assim, ele transforma Bianca em vampira, a fim de obter sua ajuda e recuperar suas forças. Os dois seguem para o santuário dAqueles Que Devem Ser Mantidos e vivem lá por mais de um século, onde Marius recupera gradualmente as suas forças ao beber de Akasha.

Ouvindo rumores de que Pandora está sendo mantida refém por um outro vampiro e mudou-se em torno da Europa e Rússia, Marius decide se mudar para Dresden para tentar encontrar-se com Pandora, a quem ainda ama. Ele não conta a Bianca sobre isto. Marius realmente encontra Pandora lá, mas descobre que ela não quer viver com ele e Bianca e quer ficar com seu companheiro de viagem, que na realidade não a estava mantendo refém. Marius oferece trocar Bianca por ela, mas Pandora não aceita a oferta. Quando Marius vê Bianca no dia seguinte, ela declara que vai deixá-lo, porque ouviu o que ele disse a Pandora. Algum tempo depois, Marius descobre uma carta de Pandora oferecendo-se para viver com ele caso ele a venha buscar em um determinado lugar, mas é tarde demais, ela já se foi.

A história então vai para os dias atuais, onde Marius e Thorne estão em um esconderijo na selva com outros vampiros antigos e poderosos - Amadeo (agora com o nome de Armand), Santino, Maharet, Mekare, e Pandora. Marius quer justiça contra Santino por ter tomado Armand dele, mas Maharet recusa-se a deixar Marius matar Santino, que está fraco. Thorne não quer aceitar a decisão dela e assim mata Santino com o Dom do Fogo. Em penitência por seu ato, ele dá a Maharet os seus olhos.