The Daily Telegraph

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo. Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde maio de 2013). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
The Daily Telegraph
The Daily Telegraph
Formato Broadsheet
Proprietário Sir David and Sir Frederick Barclay
Fundador(es) Colonel Arthur Burroughs Sleigh
Presidente Murdoch MacLennan
Editor John Bryant (acting)
Fundação 1855
Sede Londres
Página oficial www.telegraph.co.uk

The Daily Telegraph (conhecido simplesmente como The Telegraph) é um jornal britânico fundado em 1855. Seu jornal co-irmão, The Sunday Telegraph, foi fundado em 1961. Em novembro de 2005, o Telegraph era o jornal broadsheet Britânico mais vendido, com uma circulação diária certificada de 904.955. Isto comparado com a circulação diária de 692.581 do The Times, 261.193 do The Independent, e 378.618 do The Guardian1. [Audit Bureau of Circulations Ltd.] De acordo com uma pesquisa da MORI conduzida em 2004, 61% dos leitores do Telegraph são apoiadores do Partido Conservador comparado com 31% da população geral.[1]

História editorial[editar | editar código-fonte]

O Telegraph é tradicionalmente visto como um jornal de direita no aspecto político.[2] A combinação das ligações pessoais entre a equipe editorial do jornal e as lideranças do Partido Conservador, juntamente com a influência do jornal sobre os ativistas conservadoras, resultaram com que o jornal seja frequentemente referido jocosamente como The Torygraph.

Editores[editar | editar código-fonte]

Os Editores nos últimos anos foram:

Referências