Cânone

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Um cânone ou cânon é um termo que deriva da palavra grega kanon, que designa uma vara utilizada como instrumento de medida, e que normalmente se caracteriza como um conjunto de regras (ou, frequentemente, como um conjunto de modelos) sobre um determinado assunto. Este em geral ligado ao mundo das artes e da arquitetura[1] , mas, igualmente das religiões, nomeadamente da Igreja Católica. A canonização é a sistematização deste conjunto de modelos.

A materialização do cânone, no campo das artes, pode se dar em produtos diversos, mas são comuns na história os tratados canônicos, contendo em geral desenhos com modelos estruturais a serem seguidos na tarefa compositiva, segundo uma determinada visão da arte. O homem vitruviano de Leonardo da Vinci, por exemplo, pode ser considerado um cânone das proporções clássicas do ser humano.

Fala-se também de um Cânone Literário do Ocidente (Harold Bloom), ou seja, uma lista de clássicos da literatura.

Referencias[editar | editar código-fonte]

  1. http://www.priberam.pt/dlpo/dlpo.aspx?pal=c%C3%A2nones
Ícone de esboço Este artigo sobre literatura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.