Cístron

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O cístron é um dos conceitos de gene. Chama-se cístron ao segmento de DNA que contém as informações para a síntese de uma proteína ou de um polipeptídeo. Diferencia-se do gene, sob determinadas perspectivas, por ser mais frequentemente "quebrado" durante a meiose I.

[1] "Até mesmo um cistron é, ocasionalmente, divisível (...) o que fiz foi definir um gene como uma unidade que aproxima-se, em alto grau, do ideal de partícula indivisível."

Para o efeito didático, dividem-se o processo em três fases: transcrição, ativação de aminoácidos e tradução.
A transcrição é a mensagem contida no cístron
Na ativação entra em ação o RNA transportador.
Na tradução é o processo de síntese de uma proteína num ribossomo a partir de um molde de RNAm
Ícone de esboço Este artigo sobre Genética é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. Dawkins, Richard. O Gene Egoísta. [S.l.: s.n.].