COLT Studio Group

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
COLT Studio
Tipo Privada
Indústria Pornográfica Gay
Gênero Pornográfico
Fundação 1967
Fundador(es) Jim French
Sede Estados Unidos São Francisco, Califórnia
Proprietário(s) John Rutherford
Tom Settle
Produtos Filmes pornográficos e todos os produtos eróticos voltados para o público masculino
Subsidiárias COLT Studio
Buckshot Productions
COLT Minute Man Solo Series
Olympus Studio
The Legendary Bodies Series
COLT Gear
Buckshot Toys
COLT Leather
COLT Basics
COLT Mobile
COLT Cash
COLT Publications
Página oficial ColtStudioGroup.com

COLT Studio Group é uma produtora de filmes pornográficos voltados para o público masculino gay. A empresa foi fundada em 1967, na cidade de Nova Iorque, mas, mudou-se para Los Angeles e vinte e cinco anos depois instalou sua sede em São Francisco, na Califórnia. A empresa produz e distribui um amplo conteúdo online, através de seu site, acessado no mundo inteiro.

A empresa possui doze subsidiárias, que atuam em ramos diferentes. A COLT Gear e a Buckshot Toys são responsáveis pela produção de brinquedos eróticos, por exemplo, enquanto a COLT Leather produz roupas de couro. A revista "COLT" é conhecida como a "Playboy" gay.

História[editar | editar código-fonte]

A COLT Studio Group foi fundada pelo famoso fotógrafo Jim French. Contudo, posteriormente ele vendeu a empresa para John Rutherford e seu parceiro Tom Settle.

Controvérsias[editar | editar código-fonte]

Em 2007, ano em que a COLT Studios Group comemorou seu quadragésimo aniversário, o prefeito de São Francisco, Gavin Newsom, assinou uma proclamação declarando o dia 23 de Fevereiro de 2007 como o "Colt Studio Day", ou "Dia dos estúdios Colt", em comemoração ao aniversário da empresa. Mas, essa decisão gerou controvérsias e atraiu críticas dos comentaristas mais conservadores, incluindo o apresentador da Fox News Channel Bill O'Reilly[1] .

Referências

  1. SAN FRANCISCO / Policy changing after gay porn studio lauded / Mayor was unaware of proclamation, now wants oversight (em Inglês) Cecilia M. Vega e Chronicle Staff (3 de Março de 2007). Página visitada em 12 de Julho de 2010.