Cartão inteligente

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Smart card

Cartão inteligente, também conhecido como smart card é um cartão que geralmente assemelha-se em forma e tamanho a um cartão de crédito convencional de plástico com tarja magnética. Além de ser usado em cartões bancários e de identificação pessoal, é encontrado também nos celulares GSM (o "chip" localizado normalmente atrás da bateria). A grande diferença é que ele possui capacidade de processamento pois embute um microprocessador e memória (que armazena vários tipos de informação na forma eletrônica), ambos com sofisticados mecanismos de segurança. É cada vez maior o número de cartões de crédito que utilizam a tecnologia.

Com contato[editar | editar código-fonte]

Cartões inteligentes com contato possuem na parte posterior um pequeno chip dourado de aproximadamente 1,27 cm de diâmetro. Quando inseridos em um leitor, o chip encosta nos conectores elétricos, que podem ler e escrever informação do chip.

Smart card em uso na Finlândia

As normas ISO/IEC 7816 e ISO/IEC 7810 definem, para esta categoria de smart cards, os seguintes requisitos:

  • o formato físico
  • a posição e o formato dos conectores elétricos
  • as características elétricas
  • os protocolos de comunicação
  • o formato dos comandos enviados ao cartão e as respostas retornadas por ele
  • a robustez do cartão
  • a funcionalidade.

Os cartões não possuem bateria, sendo que a energia é totalmente fornecida pelo leitor.

O cartão mais usado na Bilhetagem Eletrônica no Brasil é o Smart Card MIFARE em suas diversas especificações, dependendo do projeto e finalidade de sua elaboração.

  • Cartão MIFARE ISO 14443-A com chip EEPROM 1K de memória;
  • Cartão MIFARE ISO 14443-A com chip EEPROM 4K de memória, usado em grandes operações;
  • Cartão MIFARE DESFIRE ISO 14443-A com chip EEPROM 4K de memória, usado em grandes operações;
  • Cartão MIFARE ISO 14443-A com chip Ultralight de 512 bites, usado para pequenas transações;

Sem contato[editar | editar código-fonte]

Cartões inteligentes sem contato (contactless) possuem um chip que comunica-se com o leitor através de RFID, com taxas de transmissão de 106 a 848 Kb/s. Tais cartões exigem somente proximidade a uma antena para a transação de dados. São geralmente utilizados quando a transação deve ser feita rapidamente e com as mãos livres, como em sistemas de trânsito.

A norma ISO para tal tecnologia é a ISO/IEC 14443 (2001). Ela define dois tipos de cartões sem contato (categoria A e B), permitindo comunicação a distâncias de até 10 cm. Existem propostas para as categorias C, D, E e F, que foram rejeitadas pelo comitê de padronização. Uma alternativa é a ISO 15693, que permite comunicações a até 50 cm (ideal trabalhar com distâncias até 7 cm).

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Cartão inteligente

Ligações externas[editar | editar código-fonte]