Categoria Discussão:Turismo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

mudança/categoria[editar | editar código-fonte]

Quando mudei a categoria “Turismo” de economia para Ciências sociais fui indagado com a seguinte colocação: O turismo é uma atividade econômica e recreativa por excelência!

Acredito que até não seja correto ir para ciências sociais, pois o correto seria mudar para todas ou algo assim! Não?


Segundo Susana Gastal no livro: Turismo investigação e critica.

  • Ela coloca a seguinte questão: “antes de ser um fenômeno econômico, o turismo é uma experiência social que envolve pessoas que se deslocam no tempo e no espaço em busca de prazer e diversão que atendam não apenas as suas necessidades físicas imediatas, mas também os seus imaginários.”

Segundo Marutschka M. Moesch

  • Ela coloca o seguinte: “A sociologia compreensiva auxilia no desvelamento desse caminho epistemológico. Autores como Maffesoli, Lyotard, Baudrillard, Castells, Urry, Krippendorf e Molina contribuem, de forma tangencial ou direta, na compreensão da complexidade do turismo: um fenômeno marcadamente multissetorial em sua produção e interdisciplinar em sua teoria.” (segundo ela seria apropriado criar uma nova categoria)

Segundo Mário Beni

  • Coloca o seguinte: “O Turismo é uma atividade com estruturas atípicas; busca-se determinar sua real dimensão, para, dessa maneira, racionalizar políticas macroeconômicas do setor. O resultado é uma análise global, multidimensional, multicompreensiva e multidisciplinar da atividade.”

Segundo José Vicente de Andrade (2002)

  • “A pessoa humana é o epicentro do fenômeno turístico e, para atingi-lo, os teóricos e os técnicos de Turismo recorrem a princípios, conclusões, métodos e sistemas da sociologia, da história, da geografia, da economia, e da política, com o auxilio indispensável e permanente da psicologia, da comunicação humana e social e da adminostração.”


Agora no segundo colóquio sobre Cultura Brasileira da Hospitalidade que tivemos aqui, em Salvador, no dia 20/10/2006 tratou-se do aspecto sócio-cultural como base do Turismo.

Eu acredito como Bacharel em Turismo que embora possamos ver o Turismo como holístico(segundo Jafar Jafari), realmente tem de tudo, entretanto o turismo ta próximo mesmo é do campo das ciências sociais.


Opinem!!!--André 02:04, 23 Outubro 2006 (UTC)


Eu discordo completamente, o turismo é um fenômeno essencialmente econômico. Dizer que o turismo é um ramo das Ciências Sociais é querer dar uma profundidade que o campo simplesmente não tem. O turismo como fenômeno social pode ser estudado pela Sociologia, mas não é um campo da Sociologia nem de qualquer outra ciência social. O turismo é um objeto de estudo e não um método de investigação.

Ademais, o turismo como atividade econômica faz parte da vida de um número muito reduzido de pessoas no mundo. Dos seis bilhões de habitantes do planeta Terra, quantos fazem turismo? Com certeza nem a metade. Portanto, o turismo é uma área ligada princialmente à administração e à economia dos que às Ciências Sociais puras. A Economia é uma ciência social aplicada, portanto é óbvio que existem intersecções, mas querer guindar o Turismo (com "t" maiúsculo, vejá só...) a um ramo das Ciências Sociais é artificial e sem fundamento científico e duvido que se encontrem evidências em fontes de bons autores da Sociologia, Antropologia ou da Ciência Política.

De qualquer forma, se quiser adicionar novamente a categoria de Ciências Sociais, sem retirar a de economia, não há grandes problemas. Dantaddσυζήτηση 02:24, 23 Outubro 2006 (UTC)

  • Vou a discordar de ambos: turismo é fenômeno essencialmente cultural. Interessa à economia, ao marketing, à sociologia, etc. - agora abstraiam o elemento cultura e me digam o que é que fica!

Abraço, Conhecer Digaê 19:41, 23 Outubro 2006 (UTC)


Acho que vc tem toda razão ao afirmar que o Turismo (c/ "T" maiúsculo!!! rsrsrsrs)não é método e sim objeto, no entanto, como objeto ele pode ser investigado por diversos aspectos, visto que a própria sociologia positivista define o "fato social" como "coisa", nesse sentido o turismo, como um fato social, poderia ser um campo de investigação para as Ciências Sociais, a própria Economia é essencialmente um fenômeno social. Ou não???

O próprio Marx afirma isso em sua teoria social baseada no Materialismo Histórico. Desta forma acho superficial mesmo é saber em que prateleira deve ficar o amendoim... Perto das cervejas? Na de alimentos? O que importa tudo isso!! Se o fato social Turismo ( agora com toda propriedade de “T” MAIUSCULO ), for investigado em toda sua plenitude, ele vai conter elementos econômicos, sociais, culturais, históricos e etc... por que esses são indissociáveis, claro que a depender do enfoque que se dê, uns aspectos sobressaíram sobre outros, entre tanto, não quer dizer que epistemologicamente estes não existam. --200.184.104.14 04:00, 28 Outubro 2006 (UTC)