Centro de custo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde Dezembro de 2008). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Denomina-se centro de custo, as diversas seções de uma empresa delimitadas segundo o aspecto de localização de todos os custos aí verificados.

Origem[editar | editar código-fonte]

Os centros de custo tiveram origem no ramo conhecido como "Contabilidade Departamental", desenvolvido pelas corporações americanas no início do século XX.

Com a sofisticação da gestão corporativa, os centros de custo passaram a fazer parte de um sistema maior, conhecido como Centros de Responsabilidade. Dessa forma, além dos centro de custos, passamos a contar também com os Centros de Despesas, Centros de Investimento (no qual a divisão não é por Departamento, mas sim por Projetos, Programas, etc), Centro de Lucros (divisão da Receita por localização geográfica, etc). Com outras formas de gestão alternativas à Departamentalização, a "Contabilidade Departamental" passou a ser conhecida como "Contabilidade Divisional".

A partir dos anos 1960, os gestores americanos (chamados de controllers) começaram a integrar na Contabilidade Divisional, os Orçamentos. Dessa forma, quando os Orçamentos eram anuais, o sistema passou a se chamar de "Controladoria Contábil". E quando os orçamentos eram a longo prazo, o sistema passou a se denominar "Contabilidade Estratégica".

Os centros de custo classificam-se em produtivos e administrativos e, eventualmente, em auxiliares.

Centros de custo produtivo[editar | editar código-fonte]

São aqueles setores da empresa onde se processa a fabricação dos produtos. Divididos por cada departamento,ou processo.

Exemplo: corte, costura e acabamento na indústria de confecção.

Em empresas de médio e grande porte costuma-se subdividir ainda mais algumas seções produtivas de modo a separar em vários centros de custo as máquinas ou atividades que devam ter diferentes custos hora/máquina ou hora/homem, ainda que executando operações idênticas.

Centros de custo administrativo[editar | editar código-fonte]

São os setores que executam atividades de caráter gerencial ou administrativo da empresa.

Exemplos: administração geral, administração do material, expedição, vendas, filiais, etc.

Em empresas comerciais os custos são analisados sob dois aspectos (fixos e variáveis).

centro de custos no meio publico, quesito patrimônio. PJ.DT SYS.