Dáfnis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Escultura de ensinando Dáfnis a tocar flautas; cerca de 100 a.C., encontrado em Pompéia.

Na mitologia grega, Dáfnis (em grego antigo Δαφνίς, de δάφνη, ‘laurel’) foi um pastor siciliano ao qual se atribui a invenção da poesia bucólica.

É considerado filho de Hermes com uma ninfa1 ou simplesmente o amante (eromenos) deste deus.2 Ovídio o considera um pastor ideo,3 mas não esclarece se refere-se a Ida frígio ou cretense, pois o termo refere-se a qualquer montanha com bosques.4

A lenda de Dáfnis e Cloé, escrita por Longo, descreve duas crianças que crescem juntas e gradualmente desenvolvem um amor mútuo, casando-se após muitas aventuras.

Referências

  1. Diodoro Sículo iv.84.
  2. Cláudio Eliano, Varia Historia x.18.
  3. Ovídio, Metamorfoses iv.275.
  4. Etymologicum Magnum s.v.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Dáfnis
Ícone de esboço Este artigo sobre mitologia grega é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.