Death Wish

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Death Wish
Portugal O Justiceiro da Noite (PT)
Brasil Desejo de Matar (BR)
 Estados Unidos
1974 • cor • 93 min 
Direção Michael Winner
Produção Dino De Laurentiis
Hal Landers
Bobby Roberts
Roteiro Wendell Mayes
Elenco Charles Bronson
Hope Lange
Vincent Gardenia
Steven Keats
William Redfield
Género Policial, Ação
Idioma Inglês
Música Herbie Hancock
Cinematografia Arthur J. Ornitz
Distribuição Paramount Pictures
Orçamento $3 milhões
Receita $22,000,000[1] [2]
Cronologia
Último
Último
Death Wish II
Próximo
Próximo
Página no IMDb (em inglês)

Death Wish (br: Desejo de Matar, pt: O Justiceiro da Noite) é um filme de 1974 do gênero romance policial, vagamente baseado no romance Death Wish de Brian Garfield. O filme foi dirigido por Michael Winner e estrelado por Charles Bronson no papel de Paul Kersey, um homem que se torna um justiceiro depois que sua esposa é assassinada e sua filha é sexualmente agredida por assaltantes.

O filme foi um sucesso comercial e gerou uma franquia, tendo quatro sequências ao longo de um período de vinte anos. O filme foi detestado por muitos críticos, devido a ele defender o vigilantismo e a punição ilimitada para os criminosos, diferente do romance, que condena a idéia.

Este filme teve quatro seqüências: Death Wish II, Death Wish 3, Death Wish 4: The Crackdown e Death Wish V: The Face of Death.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Paul Kersey (Charles Bronson) e sua esposa Joanna (Hope Lange) estão de férias no Havaí. Eles voltam para New York City, onde Paul trabalha como arquiteto.

Joanna e sua filha Carol Anne (Kathleen Tolan) fazem as compras no D'Agostino's Market e pedem que seus mantimentos sejam entregues a domicílio. É neste momento que três desordeiros sedentos de sangue (um deles interpretado por Jeff Goldblum em sua primeira aparição no filme) pegam o endereço de Joanna. Eles seguem para o apartamento dela, entram alegando serem funcionários da mercearia e danificam os móveis. Eles procuram por dinheiro, mas encontram apenas sete dólares, então os ladrões violentam sexualmente Carol e espancam Joanna até a morte, em seguida, escapam ilesos.

O genro de Paul, Jack Toby (Steven Keats) liga para lhe dizer que Joanna e Carol estão no hospital. Depois de esperar impacientemente, Paul é informado pelo médico que sua filha está bem, ela foi sedada e colocada na cama, entretanto, sua esposa Joanna está morta. Arrasado, ele é informado pela polícia que a probabilidade de captura dos criminosos é realmente pequena.

No dia seguinte, o chefe de Paul lhe concede férias estendidas em Tucson, Arizona, e pede que atenda um cliente chamado Ames Jainchill (Stuart Margolin). Paul testemunha um tiroteio simulado em Old Tucson, uma cidade reconstruída e usada como um set de filmagem. Em um clube de tiro, Ames está impressionado com a precisão dos disparos de Paul, que revela ter sido um objetor de consciência durante a Guerra da Coréia, servindo seu país como um médico militar. Paul tinha sido ensinado quando jovem a lidar com armas de fogo por seu pai, mas depois que ele foi morto em um acidente de caça, decidiu abandonar o uso de armas de fogo para qualquer finalidade. Depois que Paul faz melhorias substanciais nos planos do cliente em um desenvolvimento residencial, Ames fica completamente satisfeito. No aeroporto, ele oferece um presente de despedida para Paul.

De volta a Manhattan, Paul visita sua filha, que sofre de catatonia. Paul abre sua mala de viagem e descobre que o presente de despedida de Ames é uma Colt Police Positive .32 niquelada. Ele embolsa a arma e resolve dar um passeio. Paul encontra um assaltante e ex-presidiário chamado Thomas Leroy Marston, que tenta roubar-lhe a mão armada. Paul acerta um tiro certeiro com seu revólver, matando-o.

Chocado por ter acabo de ferir fatalmente um ser humano, Paul volta para casa. Mas seu vigilantismo continua na noite seguinte, quando ele fulmina mais três homens que estão roubando um idoso indefeso em um beco.

Algumas noites depois, dois assaltantes abordam Paul no metrô. Eles tentam roubar usando uma faca, mas Paul consegue por um fim na vida dos criminosos. Na próxima cena, Paul está sentado em uma cafeteria vulgar na Times Square, cercado por prostitutas e diversas outras pessoas. Ele paga a sua conta para o caixa propositadamente revelando uma carteira cheia de dinheiro. Ele deixa ser seguido por dois bandidos que tomaram a isca. Mais uma vez, uma tentativa de assalto é feita. Paul atira em um mas o outro consegue golpeá-lo em seu ombro e fugir. Mesmo ferido, Paul acerta um tiro no assaltante que o feriu, que escapa e é socorrido, no entanto, acaba morrendo em um hospital.

O tenente Frank Ochoa (Vincent Gardenia), do New York City Police Department, investiga os assassinatos do vigilante. Seu departamento cria uma lista de homens que tiveram um membro da família recentemente morto por criminosos e que são veteranos de guerra. A população, entretanto, está feliz que alguém esteja fazendo alguma coisa sobre o crime.

Ochoa logo desconfia Paul. Ele está perto de conseguir colocá-lo na prisão quando o Ministério Público intervém, dizendo ao tenente que o "deixe solto" em outra cidade. Ochoa não gosta da idéia, mas cede.

Paul é abordado por três assaltantes, dispara em dois antes de ser ferido gravemente por um terceiro. Hospitalizado, Paul é ordenado por Ochoa para deixar Nova York, de forma permanente, e acaba concordando sem resistência.

Paul chega em Chicago Union Station de trem, sendo cumprimentado por um representante da empresa. Ele percebe que um grupo de arruaceiros está assediando uma mulher. Paul ajuda a jovem enquanto os criminosos fazem gestos obscenos, Paul responde sorrindo e apontando a mão direita como uma arma, sugerindo que seu vigilantismo continuará.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Charles Bronson como Paul Kersey
  • Hope Lange como Joanna Kersey
  • Vincent Gardenia como Frank Ochoa
  • Kathleen Tolan como Carol Toby
  • Steven Keats como Jack Toby
  • William Redfield como Sam Kreutzer
  • Stuart Margolin como Ames Jainchill
  • Jeff Goldblum como Anormal #1
  • Christopher Logan como Anormal #2
  • Gregory Rozakis como Anormal da lata de spray
  • Christopher Guest como Jackson Reilly
  • Olympia Dukakis como Policial na Delegacia
  • Lawrence Hilton-Jacobs (sem créditos) como assaltante

Trilha Sonora[editar | editar código-fonte]

O premiado músico de jazz, Herbie Hancock produziu e compôs a trilha original para a trilha sonora do filme Death Wish. Esta seria a sua terceira participação em filmes, sendo a primeira em Blow-Up (1966) e a segunda em The Spook Who Sat By The Door (1973).

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • O papel de Paul Kersey foi originalmente oferecido a Steve McQueen, que o recusou.
  • Foi o filme de estréia do ator Jeff Goldblum.
  • Paul Kersey era o nome verdadeiro de um dos figurantes do filme, que o emprestou com a condição de aparecer em todas as cenas possíveis.
  • Um episódio de Os Simpsons chamado Nasce um Burns mostrou um anúncio fictício de Death Wish 9, consistindo de um Bronson de cama dizendo: Eu queria estar morto.
  • Em 2009, o ator e director Sylvester Stallone expressou interesse em fezer uma refilmagem de Death Wish, estrelado Charles Bronson [3] .

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Referências

  1. Death Wish, Box Office Information Box Office Mojo. Página visitada em January 29, 2012.
  2. Death Wish, Box Office Information The Numbers. Página visitada em January 29, 2012.
  3. Stallone On Death Wish Remake Empire.. Página visitada em September 4, 2010.


Ícone de esboço Este artigo sobre um filme é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.