Eu lírico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde junho de 2009).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

O Eu lírico é um termo usado dentro da literatura para demonstrar o pensamento geral daquele que está narrando o texto; A junção de todos os sentimentos, expressões, opiniões e críticas feitas pela pessoa superior ao texto, que no caso seria o narrador ou a pessoa central ao qual o texto está se referindo. O Eu-lírico é o "eu" que fala na poesia. É geralmente muito usado em textos de gênero lírico, que são caracterizados por não expressar, mas necessariamente, os sentimentos do autor.

Tipo Incomum[editar | editar código-fonte]

Temos um exemplo incomum, o eu lírico técnico, ou seja, quando há mais de um eu lírico no poema.


Exemplo:A flor sentiu o ódio igual a mim pois fiquei triste

Eu lírico técnico é quando há mais de um eu lírico no poema.

Significado[editar | editar código-fonte]

É quando o poeta expressa sentimentos que realmente não sentiu, tratando-se então não de seu eu real, mas de um eu poético. O eu lírico é a "voz" que fala no poema ou texto em prosa. Isso significa dizer que os sentimentos, idéias, emoções presentes nesses textos não são necessariamente do autor dele. O autor cria um dono para esses sentimentos. É o "eu".

Exemplos[editar | editar código-fonte]

Temos como exemplo o poema do poeta holandês Hendrik Marsman Herinnering aan Holland (português: Lembrança da Holanda) de 1936 encontra-se entre os mais conhecidos poemas neerlandeses.[1]

Denkend aan Holland zie ik breede rivieren traag door oneindig laagland gaan
Hendrik Marsman

Em português:

Pensando na Holanda, vejo largos rios a atravessarem lentamente as infinitas planícies
Hendrik Marsman

Neste poema, o eu-lírico demonstra o seu patriotismo e amor pelo seu país, a Holanda. O eu-lírico expressa os sentimentos do poema. Se o autor não fosse holandês, o eu-lírico seria. Muitas vezes, o autor "exporta" para o eu-lírico os seus desejos (no caso, se o autor não fosse natural da Holanda, o eu-lírico seria).

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre literatura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.