Física e psicologia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Física e Psicologia)
Ir para: navegação, pesquisa

Física e Psicologia é a denominação de uma linha de pesquisa de caráter interdisciplinar relacionada à natureza da realidade nos seus aspectos ontológicos e epistemológicos.

Entre os principais temas de pesquisa associados estão a energia física e psíquica, a causalidade e o finalismo, a sincronicidade e a temporalidade, estando estreitamente ligada à Psicologia Analítica desde que o médico psicoterapeuta Carl Gustav Jung iniciou diálogo científico com o físico quântico Wolfgang Pauli, na primeira metade do século XX. A Física e Psicologia estabeleceu-se como um ramo da psicologia analítica porque tem se mostrado um meio eficaz de estudar as correspondências entre os fenômenos internos e externos ao seres (Rocha Filho, 2007).

Alguns dos principais escritores contemporâneos desta linha de pesquisa são Ken Wilber, Stanislav Grof e Pierre Weil, pelo viés da Psicologia Transpessoal, Carlos Antonio Fragoso Guimarães e João Bernardes da Rocha Filho, pelo viés da Psicologia Analítica, e Anderson Lupo Nunes e Cláudia Helena Santiago Lisboa Nunes, com uma abordagem mais histórica. Cursos de especialização em Psicologia Transpessoal e Psicologia Analítica costumam incluir uma disciplina específica desta linha de pesquisa.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Guimarães, Carlos Antônio Fragoso. Carl Gustav Jung e os Fenômenos Psíquicos. São Paulo: Madras, 2004, 1a ed.

Rocha Filho, João Bernardes da. Física e Psicologia. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2003, 4a ed. (disponível gratuitamente no Google Books)

Nunes, A.L.; Nunes, C.H.S.L. Física e Psicologia, um diálogo interdisciplinar. XVIII Simpósio Nacional de Ensino de Física. Disponível no site: [1]