Geminação

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde Outubro de 2011). Por favor, adicione mais referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

As consoantes geminadas, contrastando com as consoantes simples, são normalmente encontradas entre vogais, São consideradas como dois segmentos iguais situados em sílabas diferentes, que, entretanto, compartilham o mesmo conjunto de traços fonológicos, como podemos observar no exemplo com a palavra pappa (“mingau”), do italiano [1] :

Representação de pappa.jpg

Conforme podemos ver acima, a primeira parte da consoante geminada ocupa a coda de uma sílaba, enquanto a segunda parte ocupa o ataque da sílaba seguinte. Assim, o exemplo distingue-se da palavra papa “Papa”, que possui somente consoantes simples. Neste caso, cada consoante ocupa apenas uma posição silábica:

Representação de papa.jpg

Referências

  1. COLLISCHONN, G. Fonologia do Português brasileiro, da sílaba à frase. Porto Alegre: Gráfica UFRGS, 2005.
Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.