Guerin de Montaigu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Pierre Guérin de Montaigu (falecido em 1230 ou 1236) foi um fidalgo da Auvergne, que se tornou o 13 º Grão-Mestre da Ordem dos Hospitalários, em 1207 até 1228.[1]

Ele interveio na Armênia para ajudar a população cristã contra Suleiman de Icônio. Ele ajudou a levantar o cerco de Acre pelo sultão de Damasco.

Distinguiu-se na captura de Damietta durante a Quinta Cruzada e, posteriormente, visitou países europeus em busca de apoio. Em seu retorno à Palestina, encontrou tumulto, ele tentou em vão reconciliar os Hospitalários com a Ordem dos Templários.

Em 1228 ele persuadiu o Papa a quebrar a trégua vigente entre as potências cristãs e muçulmanas. Ele se recusou, no entanto, a ajudar o exército comandado pelo imperador Frederico II, que tinha sido excomungado.

Ele morreu na Palestina.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. knightshospitallers.org

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.