Kachin (estado)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Estado de Kachin
kahkyin-pi-nai
—  Subdivisão  —
Bandeira de Estado de Kachinkahkyin-pi-nai
Bandeira
Localização de Estado de Kachinkahkyin-pi-nai
'Capital' Myitkyina
'Região' Norte
'Distritos' 3
Fundação 1948
Área
 - Total 89,041 km²
População (01/07/2000 (est.))
 - Total 1,272,000
    • Densidade 14,29/km2 
 - 'Etnia' Kachin, Birmanes, Shan,
Naga, Indianos,
Chineses
 - 'Religião' Cristianismo, Budismo,
Islão e Hinduísmo

Kachin é um estado de Mianmar. Sua capital é a cidade de Myitkyina.

Geografia[editar | editar código-fonte]

O Estado de Kachin é o mais setentrional do estados de Mianmar. Faz fronteira com a China ao norte e a leste, com o Estado de Shan ao sul, e com a Índia a oeste. Situa-se entre as latitudes norte de 23 ° 27 ' a 28 ° 25' e entre as longitude de 96 ° 0 ' a 98 ° 44'. A área do estado de Kachin é 89,041 km 2 (34.379 sq mi), e a capital do estado é Myitkyina. Outras cidades importantes incluem Bhamo.

O estado de Kachin tem a montanha mais alta de Mianmar, o monte Hkakabo Razi com 5.889 metros, sendo a ponta do sul da cordilheira do Himalaia, e um grande lago interior, o Lago Indawgyi.

Demografia[editar | editar código-fonte]

A maioria dos 1,2 milhões de habitantes do estado pertencem a etnia Kachin, também conhecido como Jinghpaw, Rawang , Lisu , Zaiwa , Lawngwaw ou Lachyit , e o estado é oficialmente o lar de outros grupos étnicos, tais como Bamar, e Shan. Existem também um pequeno número de tibetanos que vivem em aldeias isoladas.

Estatísticas do governo citam que a distribuição por religião é 57,8% budista e 36,4% cristã. A língua franca no estado é o Kachin, que tem uma versão escrita com base no alfabeto romano.

Economia[editar | editar código-fonte]

A economia do Estado de Kachin é predominantemente agrícola. Os principais produtos incluem o arroz e a cana de açúcar. Os produtos minerais incluem ouro e o jade. Hpakan é um lugar bem conhecido por suas minas de jade.[1] Mais de 600 toneladas de pedras de jade, que foram extraidas da área de Lone-Khin em Hpakan, foram exibidas em Naypyidaw em novembro de 2011 para serem vendidas.

A maioria das pedras de jade extraídas em Mianmar, 25.795 toneladas em 2009-2010 e 32.921 toneladas em 2008-2009, são extraidas no estado de Kachin. A maior pedra de jade no mundo, com 3.000 toneladas, 21 metros de comprimento, 4,8 metros de largura, e 10,5 metros de altura, foi encontrada em Hpakan em 2000.[2]

O governo de Mianmar presta pouca atenção sobre a deterioração do ambiente em Kachin a causa da mineração de jade. Sendo comuns inundações, erosões e deslizamentos de terra.[3]

Um controverso projeto de construção de uma grande barragem hidroelétrica com 1.055 megawatts de energia está sendo analisado.[4] [4] Ela terá 152 metros de altura, quando for concluído, e a eletricidade será vendido para a China. É um dos 7 projectos que vão ser implementados no do rio Irrawady.

Cerca de 15.000 habitantes foram deslocados por causa desse projeto.[5]

A cidade de Bhamo é um dos principais pontos de comércio na fronteira entre a China e o Mianmar.[6]

Transporte[editar | editar código-fonte]

Kachin Estado é servido pelos seguintes aeroportos:

  • Bhamo Airporto
  • Myitkyina Airporto
  • Putao Airporto

Distritos[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia de Mianmar é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


Subdivisões de Mianmar Bandeira de Myanmar

Estados (pyi): Rakhine | Chin | Kachin | Shan | Kayah | Kayin | Mon

Divisões (taing): Sagaing | Tanintharyi | Ayeyarwady | Yangon | Bago | Magway | Mandalay