Kathryn Harrison

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Kathryn Harrison (Los Angeles, 20 de março de 1966) é uma autora norte-americana.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Graduou-se em artes pela Universidade de Stanford em 1982, obteve o título de mestrado pela Universidade de Iowa em 1987. Vive atualmente em Nova Iorque com o marido, o romancista e editor Colin Harrison.

Famosa pela auto-biografia "O Beijo" no qual narra sua relação incestuosa e abusiva de quatro anos com seu próprio pai o qual só foi realmente conhecer aos 20 anos de idade[1] .

Obras publicadas[editar | editar código-fonte]

Ficção[editar | editar código-fonte]

  • Thicker Than Water (Random House, 1992)
  • Exposure (Random House, 1993)
  • Poison (Random House, 1995)
  • The Binding Chair (Random House, 2000)
  • The Seal Wife (Random House, 2002)
  • Envy (Random House, 2005).

Não-ficção[editar | editar código-fonte]

  • O Beijo: Memórias (Random House, 1997)
  • Seeking Rapture: Scenes From a Life (Random House, 2003)
  • The Road to Santiago (National Geographic, 2003),
  • Saint Therese of Lisieux: Penguin Lives Series (Penguin Books, 2003)
  • The Mother Knot: A Memoir (Random House, 2004)
  • "While They Slept: An Inquiry into the Murder of a Family" (Random House, 2008).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Harrison, Kathryn: O Beijo: Memórias, Objetiva, 1997. ISBN: 8573021675
Ícone de esboço Este artigo sobre a biografia de um(a) escritor(a), poeta ou poetisa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.