Luka

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Luka
Informação geral
Nome completo Luciana Karina Santos de Lima
Nascimento 26 de junho de 1979 (35 anos)
Origem Bom Jesus, Rio Grande do Sul
País  Brasil
Gênero(s) Pop, pop rock
Instrumento(s) Vocal, Violão, Piano
Período em atividade 2002- atualmente
Gravadora(s) Sony (2003-2004)
Warner Music (2006-atualmente)
Independente (2009-2010)
Influência(s) Mariah Carey, Alanis Morissette, Madonna
Página oficial Página oficial

Luka (nome artístico de Luciana Karina Santos de Lima;[1] Bom Jesus, 26 de junho de 1979) é uma cantora e compositora brasileira.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Desde os sete anos de idade tocando violão, começou sua carreira profissional com 16 anos, onde se apresentava em barzinhos nas noites do Rio Grande do Sul, quando ainda era conhecida como Luciana Lima. Assim chegou ao festival Atlântida, um dos mais importantes do cenário musical nacional. Luka também aprendeu piano e teoria musical, além de integrar vários projetos musicais como o coral Arepy, nos dois anos em que morou no Paraguai.

No reality show Big Brother Brasil 3, a participante Elane, que foi a segunda colocada da edição, cantarolava a canção "Tô Nem Aí" (composta por Luka em parceria com o cantor Latino)[2] dentro da casa.

Depois da pequena exposição, a canção entrou para a trilha da série Malhação, da Rede Globo. A partir daí a música começou a ser pedida em todas as rádios brasileiras. No mesmo ano, ganhou no programa Domingão do Faustão o prêmio de melhor música do ano. Permaneceu por várias semanas entre as mais tocadas nas rádios até o lançamento do segundo single, "Porta Aberta", que também dá nome ao seu álbum de estreia. A música ficou na primeira posição das 100 músicas mais tocadas de 2003 no Brasil, vencendo Velha Infância, dos Tribalistas. Não diferentemente da primeira música de trabalho, repetiu o sucesso, graças também a exposição como trilha do filme de Renato Aragão, Didi Quer Ser Criança. Terminou o ano de 2004 também com a música entre as mais tocadas.

"Tô Nem Aí" levou também surpreendentemente Luka ao primeiro lugar da parada dance na Alemanha, na MTV Italiana, e seu lançado também em terras norte-americanas. Isso tudo graças ao popular remix da música que alavancou a carreira da cantora.

Também já fez shows no Japão e Espanha (entrando na lista Los 40 Principales). E fez uma participação no filme Didi Quer Ser Criança como ela mesma, cantando "Porta Aberta".

Depois de sumir da mídia, devido ao nascimento de sua primeira filha, Luka retornou com seu segundo álbum, Sem Resposta, cujo primeiro single, também chamado de "Sem Resposta", teve alguma divulgação nas rádios. Neste álbum Luka apresenta um som mais levado ao rock. O disco conta com onze faixas, sete de autoria total da cantora. Foi produzido em três meses, e também traz composições de outros artistas gaúchos.

Discografia[editar | editar código-fonte]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Ano Categoria Indicação Resultado
2003 Melhores do Ano Música do Ano por "Tô Nem Aí" Venceu
2004
Troféu Imprensa
Música do Ano por "Tô Nem Aí" Venceu
Revelação do Ano por "Porta Aberta" Indicado
2009 23º Edição da Moenda da Canção Melhor Interprete por "Só o que o coração sangrar" Venceu
2010 2º Troféu MZOTV Voz e Violão Indicado

Referências


Ligações externas[editar | editar código-fonte]