Mark Doty

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Mark Doty (10 de Agosto de 1953 é um poeta americano. Estudou na Drake University em Des Moines, Iowa e especializou-se em escrita criativa no Goddard College em Vermont. Em 1989, o seu parceiro Wally Roberts teve um teste positivo de SIDA, o que modificou radicalmente a escrita de Doty. A morte de Robert, em 1994, esteve na base da sua obra Atlantis. Em 1995 Doty ganhou o prémio de poesia T. S. Eliot, tornando-se o primeiro poeta americano a consegui-lo. Vive em Nova Iorque e Houston, Texas e é professor de escrita criativa na Universidade de Houston.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Turtle, Swan (1987)
  • Bethlehem in Broad Daylight (1991)
  • My Alexandria: Poems (1993)
  • Atlantis: Poems (1995)
  • Heaven's Coast: A Memoir (1996)
  • White kimono (1997)
  • An Island Sheaf (1998)
  • Sweet Machine: Poems (1998)
  • Ploughshares Spring 1999: Stories and Poems (1999)
  • Firebird: A Memoir (2000)
  • Turtle, Swan & Bethlehem in Broad Daylight: Two Volumes of Poetry (2000)
  • Murano (2000)
  • Source: Poems (2002)
  • Still Life With Oysters and Lemons: On Objects and Intimacy (2002)
  • Seeing Venice: Bellotto's Grand Canal (2002)
  • Open House: Writers Redefine Home (2003)
  • Fire to Fire: Poems (2005)
  • School of the Arts: Poems (2005)
  • Dog Years: A Memoir (2007)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]