Milagre da Casa de Brandemburgo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Milagre da Casa de Brandemburgo refere-se a morte de Isabel da Rússia (aos 52 anos) em 5 de janeiro de 1762.

Passados seis anos da Guerra dos Sete Anos, o exército prussiano estava muito debilitado. Frederico, o grande, estava abalado e considerava cometer suicídio. Após a morte da Imperatriz Isabel, o trono foi ocupado por Pedro III da Rússia, que retirou seu Império da guerra por ser favorável a Frederico. Esse ato fez o exército da Prússia ter condições de se reorganizar internamente e mais tarde vencer a Batalha de Freiberg, decisiva para a Prússia e para o desfecho do conflito.

No final da Segunda Guerra Mundial, Berlim estava novamente cercada pelo exército russo. Adolf Hitler, relembrando o episódio, esperava que a Alemanha fosse salva por um evento inesperado, como a morte de Franklin Delano Roosevelt ou uma quebra de relações entre Winston Churchill e Joseph Stalin. [1]

Referências

  1. Stephen J. Lee. Aspects of European History, 1789-1980. Routledge (UK), 1988. Pg 279.