Monastério de Pedralbes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Monastério de Pedralbes

O Real Monastério de Santa María de Pedralbes é um conjunto de monumentos de estilo gótico na cidade de Barcelona (Espanha). Em 1993, uma parte do monastério foi cedida à cidade para abrigar parte da coleção do Museu Thyssen-Bornemisza.

O monastério foi fundado pelo rei Jaime II de Aragão e sua esposa Elisenda de Moncada em 1326. Abrigava uma ordem de freiras da Ordem das Clarissas, formada, em sua maior parte, por filhas de nobres.

A igreja de Pedralbes tem uma única nave com um retábulo gótico de Jaume Huguet. Também se destaca a capela de São Miguel Arcanjo, com diversas pinturas de Jaume Ferrer Bassa. Realizadas em 1346, as obras mostram a influência que recebeu esse artista das obras do italiano Giotto.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • SANJUST i LATORRE, Cristina. L'Obra del Reial Monestir de Santa Maria de Pedralbes des de la seva fundació fins al segle XVI: un monestir reial per a l'orde de les clarisses a Catalunya. Barcelona: Promocions i Publicacions Universitàries ; [Bellaterra]: Universitat Autònoma de Barcelona: Institut d'Estudis Món Juïc, 2010.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Espanha é um esboço relacionado ao Projeto Europa. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre arquitetura é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.