Myliobatiformes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaMyliobatiformes
Dasyatis sabina

Dasyatis sabina
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Chondrichthyes
Subclasse: Elasmobranchii
Superordem: Batoidea
Ordem: Myliobatiformes
Compagno, 1973
Famílias
ver texto

Myliobatiformes é uma ordem de raias proposta por Leonard Compagno em 1973; de acordo com a sua revisão de 1999[1] esta ordem engloba as seguintes famílias:

Segundo o ITIS, a ordem é igualmente listada por Nelson, 1994[2] , a mesma referência dada pela FishBase para as famílias da ordem Rajiformes, não considerando a ordem Myliobatiformes[3] . A Animal Diversity Web também não considera esta ordem, colocando todas as raias na ordem Rajiformes[4] .

De acordo com a pesquisa do Google, a ordem é amplamente citada na literatura[5] .

A espécie de Raia Manta (ou jamanta), considerada a maior de sua espécie, é encontrada com frequente sazonalidade na Baia de Paranaguá e estudos indicam que é o único lugar no mundo que isto ocorre[6] .

Referências

  1. Compagno, Leonard J. V. / Hamlett, William C., ed. 1999. Checklist of Living Elasmobranchs. Sharks, Skates, and Rays: The Biology of Elasmobranch Fishes. 471-498. Johns Hopkins University Press . Baltimore, Mariland, U.S.A.
  2. “Euselachii” in ITIS (em inglês) acessado a 13 de julho de 2009
  3. “Order Summary for Rajiformes” in FishBase.org (em inglês) acessado a 13 de julho de 2009
  4. “Order Rajiformes” in Animal Diversity Web (em inglês) acessado a 13 de julho de 2009
  5. Pesquisa do Google para “Myliobatiformes” acessado a 13 de julho de 2009
  6. maior espécie de raia é encontrada em ParanaguáSite Paraná-Online
Ícone de esboço Este artigo sobre peixes é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.