Nebulosa de Eta Carinae

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nebulosa de Eta Carinae

A Nebulosa Carina (também conhecida como a Grande Nebulosa de Carina, a Nebulosa Eta Carinae, NGC 3372, bem como a Grande Nebulosa) é uma brilhante nebulosa que tem dentro de seus limites vários aglomerados abertos de estrelas relativos. Alguns artigos geralmente se referem a ela como a Nebulosa Carina, principalmente por causa de diferenciar os muitos trabalhos publicados sobre este objeto, mas a precedência histórica foi determinada pelos observadores do sul, como James Dunlop e John Herschel, que ambos a denominaram como Nebulosa Eta Argus ou Nebulosa Eta Carinae.

Ela contém as duas grandes associações OB: Carina OB1 e Carina OB2. Carina OB1 contém os dois aglomerados estelares Trumpler 14 e Trumpler 16. Trumpler 14 é um dos aglomerados estelares conhecidos mais jovens, com meio milhão de anos de idade. Trumpler 16 é o lar de Eta Carinae e HD 93129A, duas das mais maciças e luminosas estrelas em nossa galáxia Via Láctea. A nebulosa se encontra a uma distância estimada entre 6.500 e 10.000 anos-luz da Terra. Ele aparece na direção da constelação de Carina e situa-se no braço de Carina-Sagitário. A nebulosa contém várias estrelas do tipo O.

A nebulosa é uma das maiores nebulosas difusas em nossos céus. Embora seja umas quatro vezes maior e ainda mais brilhante do que a famosa Nebulosa de Órion, a Nebulosa Carina é muito menos conhecida, devido à sua localização no céu do sul. Ele foi descoberto por Nicolas Louis de Lacaille em 1751-52 no Cabo da Boa Esperança.

Ícone de esboço Este artigo sobre nebulosas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.