O Duelo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Duelo (em russo: Дуэль) é um romance de Anton Tchecov, escrito em 1891 e publicado em capítulos ainda nesse ano na revista Novo Tempo.

O autor aproveitou as conversas que teve nas férias de verão com o zoólogo Vladimir Vagner, defensor do Darwinismo social. No romance, as posições de Vagner aparecem na boca do zoólogo Von Koren[carece de fontes?].

Adaptações[editar | editar código-fonte]

A história foi levada ao cinema pelo diretor israelense Dover Koshashvili em 2010, com o título Anton Chekhov’s The Duel. Andrew Scott interpretou Laevsky, e Fiona Glascott representou Nadya [1] .

No Brasil, o texto foi adaptado para o teatro pela Mundana Companhia. A peça estreou em Fortaleza em 2013, sendo encenada depois em outras cidades do país[2]

Referências

  1. Anton Chekhov's The Duel. The Boston Globe, 15 de outubro de 2010 (em inglês)
  2. Sobre Desterros. Revista Cultura.rj

Ligações externas[editar | editar código-fonte]