O Profeta (livro)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

The Prophet (O profeta em português) é a obra mais conhecida de Khalil Gibran.1

O Profeta começa com a chegada do navio que deveria reconduzir Al Mustafá à sua terra natal. Do alto do monte ele o vê por entre as brumas e a sua imensa alegria se mistura à grande tristeza de deixar a cidade de Orphalese. E quando entrou na cidade o povo inteiro o recebeu chamando o seu nome em altas vozes, passando de boca em boca, que vira o seu navio no mar. E os anciãos lhe pediram, não nos deixes ainda... Al Mustafá se dirige à praça do mercado, e todos um a um vão lhe pedindo para ficar. E pediram-lhe para os ensinar ainda e ele começou dizendo: Povo de Orphalese, o que poderia lhes falar senão do que está agora movendo dentro de vossas almas?

E assim vai descortinando a beleza das idéias sobre os filhos, a dádiva, a religião, o prazer, o amor, o trabalho e muito mais. Em O Profeta cada idéia se revestindo de uma imagem transforma-se em parábola, envolvendo o livro numa atmosfera de enlevo e encantamento, marcada pela melodia das frases.

Khalil Gibran nos convida a nos tornarmos pessoas verdadeiras, dignos de sermos chamados servos do Altíssimo! Ele coloca a própria alma sensível nessa obra, fazendo o reencontro do homem com o que ele tem de melhor em si mesmo.

Referências

  1. "Prophet Motive", Joan Acocella newyorker.com; acessado em 10 de agosto de 2013


Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.