Organismo termófilo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox important.svg
Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou secção:
Os termófilos podem ser isolados de fontes quentes como no Grand Prismatic Spring, no Parque Nacional de Yellowstone

Organismos termófilos (do grego thermê, calor e philein, amar) ou hipertermófilos, são organismos que gostam de calor. Estes organismos são exemplos de organismos extremófilos.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Termofílicas foram possivelmente as primeiras células simples. Acredita-se que se desenvolveu em locais com atividade vulcânica (como gêiseres ) nas cristas médio-oceânicas .

Termófilos são caracterizados por terem uma membrana celular ricas em lípidos saturados e que contêm enzimas , que lhes permitem trabalhar em condições extremas.

Termófilos sobrevivem a temperaturas de pelo menos 20 °C e um máximo de 75 ° C, enquanto que os hiper termófilos resistem a temperaturas acima dos 75 °C, às vezes, até mesmo superior a 100 °C, desde que haja água líquida , tal como no fundo do mar, onde a pressão é elevada.

Algumas destas bactérias ( Sulfolobus ) obtem a energia por oxidação de enxofre, e são, por conseguinte, bactérias quimiossintéticas. Mas, em geral, são todos considerados extremófilos e resilientes.

Uma chuva vermelha ocorreu na Índia em  25 de julho até 23 de setembro de 2001. Segundo o físico Godfrey Louis, células inertes isolados de temperatura normal, sem DNA , que são capazes de reproduzir a 121 graus Celsius, se presume origem extraterrestre.

Ícone de esboço Este artigo sobre Biologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.