Pela (jogo)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde setembro de 2014).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.

O jogo da péla (também se diz apenas péla) foi um jogo muito praticado outrora e consistia em atirar uma bola (a péla) de um lado para o outro com a mão, ou com o auxílio de um instrumento (raquete, bastão, pandeiro) em local aparelhado para esse fim.[1]

O jogo da péla é considerado um dos ancestrais do tênis. Desde o século XIII era praticado em salas fechadas, sendo praticado por clérigos, burgueses e príncipes.[1]

Arqueólogos franceses, do INRAP - Institut National de Recherches Archéologiques Préventives (Instituto Nacional de Pesquisas Arqueológicas Preventivas) descobriram vestígios do que pode ter sido a principal quadra oficial do gênero, em sala anexa ao Versalhes, provavelmente datando do reinado de Luís XIII (1610-1643). A sala foi desativada em 1643[1] , quando assumiu o trono Luís XIV- que tinha um problema na perna e não podia nem jogar nem dançar.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre esporte/desporto é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.