Politecnico di Milano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde Outubro de 2009).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde outubro de 2009). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.
Wikitext.svg
Este artigo ou seção precisa ser wikificado (desde Outubro de 2009).
Por favor ajude a formatar este artigo de acordo com as diretrizes estabelecidas no livro de estilo.
Polimi.jpg

O Politecnico di Milano (em português Politécnico de Milão) é uma universidade italiana estatal de cunho científico-tecnológico. O Politecnico forma engenheiros, arquitetos e designers nos níveis de graduação trienal (3 anos), graduação especialistica (2 anos) e doutorado (3 anos). Além de ser sede de vários cursos de mestrado. Em 2009, o Politécnico de Milão, foi classificado no 57º lugar entre as melhores universidades do mundo em tecnologia de acordo com Top Universities, instituição de pesquisa da Times Higher Education, primeira e única universidade técnica italiana no top 100 do mundo.

O site Unimagazine relatou: O Politécnico de Milão está em primeiro lugar entre as universidades técnicas italianas e em décimo quinto entre as europeias, segundo o ranking anual elaborado pela Times Higher Education Supplement, uma inserção semanal dedicada ao ensino superior.

Atualmente a universidade conta com cerca de 38.000 alunos matriculados.

História[editar | editar código-fonte]

O Politécnico, foi fundado em 29 de novembro de 1863, é a mais antiga Universidade de Milão. Seu nome original era "Instituto Tecnico Superior" e foi estimulada pela sociedade de fomento das artes e ofícios. Sua primeira sede, com 36 alunos, foi no Colégio Elvetico e para sua gestão, foi nomeado o matemático Francesco Brioschi.

Seus primeiros 25 graduados foram por volta de 1865.

Em 1865 é ativado pela primeira vez o curso de Arquitectura do Politécnico.

Em 1888, o primeiro inscrita: Tatiana Wedenison

Em 1913, a primeira mulher graduada: Gaetanina Calvi, um engenheiro civil.

Em 1918, se forma a primeira mulher em engenharia industrial: Maria Artini.

Em 1927, a sede da Universidade (ainda chamda Regio Politecnico di Milano) é transferida para o novo grande edifício na Praça Leonardo da Vinci, na zona chamada Città Studi.

Em 1933, o Instituto Politécnico é dividido em duas faculdades distintas: Engenharia e Arquitetura.

Em 1954, foi inaugurado o primeiro centro de cálculos da Europa continental, graças aos esforços de Gino e Cassinis BOTTANI Ercole: através de uma doação de 135.000 dólares do Plano Marshall foi comprado um computador da Califórnia, um CRC 102A que permanceu em operação até 1963.

Em 1963 Giulio Natta, Professor de Química Industrial, foi agraciado com o Prêmio Nobel de Química por seus estudos sobre o plástico que o levaram a sintetizar, pela primeira vez em laboratório o polipropileno.

Em 1964, desenvolveu uma nova sede em Via Bonardi da Faculdade de Arquitetura.

Em 1977 ele foi colocado em órbita em satélite Sirius, desenvolvido pelo Instituto Politécnico em colaboração com a Telespazio, Aeronáutica e Empresa Industrial Telettra.

Em 1989, as novas sedes na zona de Bovisa em Milão e nas cidades de Lecco e Como. Começa a estratégia do Politécnico em rede e em seguida são abertas as sedes de Cremona (1991), Mantova (1994) e Piacenza (1997).

Em 1993, foi inaugurado o primeiro curso de graduação em Desenho Industrial na Itália.

Em 2002 foi criada a Fundação Politécnica. Entre os principais objetivos está o envolvimento de empresas e instituições públicas na universidade.

Foi fundada em 2004, em colaboração com o Politécnico de Turim, a Alta Escola Politécnica.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]