Proteoglicano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde outubro de 2009).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Proteoglicanos são proteínas intracelulares ligadas à glicosaminoglicanos (estruturas que possuem um dos açúcares aminados e normalmente sulfatados). Os glicosaminoglicanos possuem alta quantidade de carga negativa e por isso acabam atraindo uma nuvem de cátions, onde o mais atraído é o sódio que traz com ele moléculas de água. Essa capacidade dos glicosaminoglicanos de atrair cátions e água, confere aos proteoglicanos a função de dar a matriz extracelular uma característica hidratada. Além disso os proteoglicanos têm a função de dar rigidez a matriz, resistindo à compressão e preenchendo espaços. Alguns proteoglicanos ainda podem estar ancorados na membrana, podendo se ligar a fatores de crescimento e a outras proteínas, servindo como sinal para as células. Eles também podem formar géis que atuam como um filtro para regular a passagem de moléculas através do meio extracelular, e ainda, podem bloquear, ativar ou guiar a migração celular através da matriz.

Função[editar | editar código-fonte]

São os principais componentes das cartilagens, onde são abundantes. Sua função é atrair a água para o tecido. Sua baixa concentração causa redução no volume do tecido cartilaginoso, por ser incapaz de atrair suficientemente água. Deficiência de manganês pode causar este efeito. A importância funcional dos proteoglicanos traduz-se na ligação de várias moléculas de sinalização, como por exemplo o fator de crescimento dos fibroblastos (FGF), cuja ligação provoca a estimulação ou inibição da proliferação de vários tipos de células. Os proteoglicanos também desempenham funções de ligação e regulação de enzimas proteolíticas e de inibidores de proteases, assim como regulam a atividade de proteínas segregadas e as protegem da degradação proteolítica.

Os proteoglicanos também são encontrados na estrutura do glicocálix.

Definição[editar | editar código-fonte]

São proteínas extracelulares ligados a glicosaminoglicanos(estruturas que possui um dos açucares aminados e normalmente sulfatados). Os proteoglicanos são notáveis em sua diversidades e são denominados de acordo com a estrutura de seu dissacarídeo de repetição principal. Os proteoglicanos tem a função de dar rigidez à matriz, resistindo à compressão e preenchendo espaços; são os principais componentes das cartilagens e tem função de atrair água para o tecido.

A importância funcional dos proteoglicanos traduz-se na ligação de várias moléculas de sinalização, como por exemplo o fator de crescimento dos fibroblastos, em que sua ligação provoca estimulação ou inibição da proliferação de vários tipos de células. Os proteoglicanos tem diversas funções na regulação da estrutura e permeabilidade do tecido conjuntivo.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]