Pseudo-Aristóteles

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Pseudo-Aristóteles é um cognome comum de autores de tratados filosóficos ou médicos que tentaram associar suas obras com o filósofo grego Aristóteles, ou cujos trabalhos foram associados a ele por outros.

Aristóteles produziu tantos trabalhos em tal variedade de assuntos que escritores em muitos contextos diferentes — especialmente europeus, norte-africanos e árabes da Idade Média — podiam escrever uma obra e atribuí-la a Aristóteles. Dar este nome a uma obra garantia uma certo respeito e aceitação, já que Aristóteles foi provavelmente o escritor antigo com mais autoridade entre os homens educados da Europa cristã e de terras árabes muçulmanas. Em geral não é claro se a atribuição de uma obra posterior a Aristóteles foi feita pelo próprio autor ou por outros que buscavam popularizar tais trabalhas usando seu nome.

Alguns Pseudo-Aristóteles notáveis foram o norte-africano Apuleio de Madaura, do século 2 d.C., e o autor da obra cosmográfica grega Acerca do mundo (em grego Περὶ κόσμου, em latim De mundo).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]