Quimiotaxia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Quimiotaxia é o nome dado ao processo de locomoção de células em direção a um gradiente químico. A quimiotaxia pode ser negativa (fazendo as células irem em sentido oposto de uma substância) ou positiva (fazendo estas células irem em sentido a favor de uma certa substância).

É o processo que permite a migração dos neutrófilos e outros leucócitos aos locais de infecção ou inflamação no organismo. Entre a migração de leucocitos, existe também a diferenciação de Monócitos em macrófagos.

Um dos promotores da quimiotaxia é a proteína C5a, proveniente do sistema complemento, atuante no processo de defesa imunológica.

Quando surge um local inflamado, este vai produzir mediadores inflamatórios que induzem a activação do endotélio e a produção de mediadores quimiotáticos. A activação do endotélio promove a entrada de fagócitos no tecido inflamado que juntamente com os mediadores quimiotáticos vão actuar na inflamação.

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]