Rebite

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Uma chapa rebitada de uma locomotiva a vapor
Uma ponte rebitada sobre o Rio Orange, na África do Sul

O rebite é um fixador mecânico metálico, semipermanente. Antes de sua instalação, consiste num cilindro com uma cabeça em uma das extremidades, similar a um prego ou pino. Sua instalação é feita num orifício pré-perfurado, através do achatamento (deformação por golpes) da ponta, quando a espiga preenche o orifício, prendendo o rebite, expandindo-se até 1,5 vezes o seu diâmetro original e prendendo-o de forma definitiva.

Etimologia[editar | editar código-fonte]

"Rebite" é proveniente do termo árabe ribãT (laço, atadura).[1]

Uso[editar | editar código-fonte]

Há várias formas para se fixar o rebite. Rebites pequenos e mais maleáveis são os de uso mais comum. Nestes casos, o instalador coloca o afixador de rebites (em geral um martelo) contra a cabeça e segura uma barra de resistência contra a ponta. A barra de resistência é um bloco metálico sólido, especialmente amoldado para o trabalho. Rebites grandes e duros podem ser instalados com maior facilidade com uma ferramenta de contato em suas extremidades, que o pressionam até deformar.

Uma vez instalado, o rebite apresenta uma cabeça em cada extremidade, que pode segurar a tensão de carga, paralela ao eixo da espiga. Para resistir a tensões de carga perpendiculares ao eixo, são usados tipos de parafusos especiais.

Terminologia[editar | editar código-fonte]

  • Cabeça - parte saliente e achatada do rebite, antes de seu achatamento na ponta;
  • Ponta - extremidade oposta à cabeça, e que vem a ser deformada, quando da instalação;
  • Espiga - o "corpo" do rebite.
  • Puxador ou puxadeira - é a ferramenta utilizado por serralheiros para a retirada de rebites.

Rebites ocos[editar | editar código-fonte]

Três rebites ocos em alumínio: 1/8", 3/32", e 1/16"

Rebites ocos são tubulares, e são afixados com o uso de um eixo no centro. Esses rebites são de uso relativamente fácil e exigem pouco trabalho para sua instalação, razão pela qual são populares. Entretanto, o rebite oco não tem grande utilidade quando visa a união de superfícies sob cargas maiores, uma vez que não possuem a mesma resistência daqueles de estrutura maciça. Além disso, por causa do eixo, são mais propensos à corrosão e maior folga.

Referências

  1. FERREIRA, A. B. H. Novo dicionário da língua portuguesa. 2ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 1 458.

Veja também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Rebite