Reinaldo Arenas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Reinaldo Arenas (Holguín, 16 de Julho de 1943 - Nova Iorque, 7 de Dezembro de 1990) foi um escritor cubano de poesia, novelas e teatro. Era assumidamente homossexual e passou grande parte da sua vida combatendo o regime comunista e a política de Fidel Castro.

Em 1963, Arenas mudou-se para Havana, para se matricular na Escola de Planificação e, depois, na Faculdade de Letras da Universidade de Havana, onde estudou filosofia e literatura, sem completar o curso. No ano seguinte começou a trabalhar na Biblioteca Nacional José Martí.

Apesar de ter apoiado a revolução cubana nos seus primeiros anos, devido à extrema miséria em que vivia com a sua família nos anos de Fulgêncio Batista, acabou por ser vítima de censura e de repressão, tendo sido várias vezes perseguido, preso e torturado e forçado a abandonar mesmo diversos trabalhos (como conta na obra autobiográfica Antes que anoiteça), mostrando que o governo de Fidel Castro não havia trazido mais democracia à ilha.

Durante a década de 1970, tentou, por vário meios, abandonar a ilha, mas não obteve sucesso. Mais tarde, devido a uma autorização de saída de todos os homossexuais e de outras persona non grata e depois de ter mudado de nome, Arenas pôde deixar o país e passou a se estabelecer em New York, onde diagnosticaram o virus da Sida/Aids. Nessa época, escreveu "Antes que anoiteça" (no original "Antes que anochezca").

Em 1990, terminada a obra, Arenas suicidou-se com uma dose excessiva de álcool e droga. Dez anos mais tarde, em 2000, estreou a versão cinematográfica da sua autobiografia, tendo Javier Bardem no papel do escritor.

Obra[editar | editar código-fonte]

  • El mundo aluciante (1966) English translation Hallucinations (1987) ISBN 01420001901
  • Cantando en el pozo (1982) (originally published as Celestino antes del alba (1967)) English translation Singing from the Well (1987) ISBN 014009444X
  • El palacio de las blanquisimas mofetas (1982) English translation The Palace of the White Skunks (1990) ISBN 0140097929
  • Otra vez el mar (1982) English translation Farewell to the Sea (1987) ISBN 0140066365
  • El color del verano (1982) English translation The Color of Summer (1990) ISBN 0140157190
  • El Asalto (1990) English translation The Assault (1992) ISBN 0140157182
  • El portero (1987) English translation The Doorman (1991) ISBN 080213405X
  • Antes que anocheza (1992) English translation Before Night Falls (1993) ISBN 0140157654
  • Mona and Other Tales (2001) ISBN 0375727302 This is an English translation of a collection of short stories originally published in Spanish in Spain between 1995 and 2001
  • Con los ojos cerrados (1972),
  • La vieja Rosa (1980), English Translation Old Rosa (1995) ISBN 0802134068
  • El central (1981), ISBN 0380869349
  • Termina el desfile (1981).
  • Arturo, la estrella más brillante (1984),
  • Cinco obras de teatro bajo el título Persecución (1986).
  • Necesidad de libertad (1986)
  • La Loma del Angel (1987), English Translation Graveyard of the Angels (1987) ISBN 0380750759
  • Voluntad de vivir manifestándose (1989) ISBN 9879396553
  • Viaje a La Habana (1990). ISBN 0897295447
  • Final de un cuento (El Fantasma de la glorieta) (1991) ISBN 8486842387
  • Adiós a mamá (1996) ISBN 0897297911

Bibliografia passiva[editar | editar código-fonte]

  • Ottmar Ette (cur.), La escritura de la memoria. Reinaldo Arenas: Textos, estudios y documentación, Vervuert, Frankfurt am Main 1992. ISBN 3893549536.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Aproximacion critica a "Termina el desfile" de Reinaldo Arenas, por Miguel Correa Mujica http://www.ucm.es/info/especulo/numero12/arenas.html

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.