Reprocessamento nuclear

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O reprocessamento nuclear separa qualquer elemento utilizável (por exemplo o urânio e o plutônio) de produtos de fissão e outros materiais existentes no combustível nuclear gasto nos reatores nucleares. Normalmente, o objetivo é adicionar estes elementos em um novo combustível de óxido mesclado (MOX), ainda que alguns reprocessamentos são realizados para obter plutônio para armas nucleares. É o processo que fecha o círculo no ciclo do combustível nuclear.[1]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Vera Dantas; O destino dos rejeitos radioativos; REVISTA BRASIL NUCLEAR, ANO 14, NÚMERO 34 - ABEN - www.aben.com.br