Requisito funcional

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém uma ou mais fontes no fim do texto, mas nenhuma é citada no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde fevereiro de 2013)
Por favor, melhore este artigo introduzindo notas de rodapé citando as fontes, inserindo-as no corpo do texto quando necessário.

Em engenharia de software, um requisito funcional define uma função de um sistema de software ou seu componente. Uma função é descrita como um conjunto de entradas, seu comportamento e as saídas. Os requisitos funcionais podem ser cálculos, detalhes técnicos, manipulação de dados e de processamento e outras funcionalidades específicas que definem o que um sistema, idealmente, será capaz de realizar. Requisitos comportamentais, que descrevem todos os casos em que o sistema utiliza os requisitos funcionais, são extraídos dos casos de uso. Também, os requisitos funcionais são suportados por requisitos não-funcionais (também conhecidos como requisitos de qualidade), que impõem restrições sobre o projeto ou execução (tais como requisitos de desempenho, segurança ou confiabilidade). O plano para a implementação dos requisitos funcionais é detalhado no projeto do sistema. Já o plano para a implementação de requisitos não funcionais é detalhado na arquitetura do sistema.

Tal como definido na engenharia de requisitos, os requisitos funcionais especificam resultados particulares de um sistema. Isto deve ser contrastado com requisitos não-funcionais, os quais especificam características gerais, tais como custo e confiabilidade. Os requisitos funcionais fazem parte da arquitetura do aplicativo de um sistema, enquanto os requisitos não funcionais denotam a arquitetura técnica de um sistema.

Em alguns casos, um analista de requisitos gera casos de uso após a coleta e validação de um conjunto de requisitos funcionais. A hierarquia de requisitos funcionais é: usuário / pedido das partes interessadas - característica> -> caso de uso -> regra de negócio. Cada caso de uso ilustra cenários de comportamento através de um ou mais requisitos funcionais. Muitas vezes, porém, um analista começará por evocar um conjunto de casos de uso, a partir do qual o analista pode derivar os requisitos funcionais, que devem ser implementados para permitir que um usuário possa realizar cada caso de uso.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • ROMAN, G.-C. A taxonomy of current issues in requirements engineering, Computer, Abril de 1985, volume: 18 Issue: 4 pp 14 - 23, ISSN: 0018-9162
  • R. T. YEH, Requirements Analysis- A Management Perspective, Proc. COMPSAC '82, Nov. 1982, pp. 410-416
  • PRESMMAN,R.S. Engenharia de Software 6a.edição, Editora McGraw-Hill,2006, ISBN: 8586804576
  • SOMMERVILLE,I. Engenharia de Software, 8a. Edição,Editora: Addison-Wesley,2007,ISBN: 9788588639287