Rotores entrelaçados

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde setembro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Flettner Fl 282 "Kolibri" foi um antecessor dos helicópteros com rotores entrelaçados.
HH-43 Huskie com rotores entrelaçados

Os rotores entrelaçados num helicóptero formam uma configuração de dois rotores onde cada um gira em sentidos opostos, sendo que cada rotor está montado no helicóptero com uma ligeira inclinação em relação ao plano horizontal transversal do helicóptero, para que as pás das respectivas hélices girem de forma sincronizada sem nunca colidirem.

Esta configuração permite que os momentos angulares das hélices dos rotores se anulem entre si fazendo com que todo o sistema não gire sobre si próprio. O momento angular do sistema é assim muito próximo de zero. Esta configuração faz com que seja prescindível o uso de uma hélice na cauda do helicóptero.

Os helicópteros que têm rotores entrelaçados proporcionam uma elevada estabilidade para pairar no ar e possibilitam o transporte de cargas elevadas, sendo usados muitas vezes na construção civil.

História[editar | editar código-fonte]

Esta configuração foi desenvolvida na Alemanha por Anton Flettner para um helicóptero de guerra anti-submarino. Durante a Guerra Fria a empresa norte-americano Kaman Aircraft produziu o HH-43 Huskie, para a Força Aérea dos Estados Unidos. O último modelo Kaman K-MAX é dedicado à construção civil em altitude.

Ver também[editar | editar código-fonte]