Scriblerus Club

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde outubro de 2010).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Pode encontrar ajuda no WikiProjeto Literatura.

Se existir um WikiProjeto mais adequado, por favor corrija esta predefinição. Este artigo está para reciclagem desde outubro de 2010.

Martinus Scriblerus ,era um nome utilizado como pseudônimo de vários escritores famosos e reclusos que formaram um clube literário denominado Scriblerus Club [1]. O grupo de "Scriblerian" foi fundado em 1712, e durou até a morte dos fundadores, com início em 1732 e que termina em 1745, com o Alexander Pope [2] e Jonathan Swift, sendo culturalmente os mais proeminentes autores. Robert Harley, 1st Earl of Oxford e Mortimer ocasionalmente aderiram ao clube para as reuniões, embora ele não é conhecido por ter contribuído para qualquer um de seus trabalhos literários.

O clube começou como um projeto de satirizar os abusos de aprendizagem onde eles possam ser encontrados, o que levou as "As memórias de Martinus Scriblerus"[3] . A segunda edição de Pope "O Dunciad" também contém trabalhos atribuídos a Martinus Scriblerus. Richard Owen Cambridge escreveu um poema épico, "O Scribleriad", onde o herói é Martinus Scriblerus.Ao que parece,o nome "Scriberius" tem de alguma forma origens dentro desse contexto e segue o caminho misterioso desse grupo e as aventuras desse autor os passos de Swift e seu alter ego o famoso Lemuel Gulliver.

Quem foi Martinus Scriblerus?[editar | editar código-fonte]

O nome Martinus Scriblerus,ou Scriblerius é uma forma artificial Latina. Tradução literal do nome Martin significa "de Marte." A tradução do Scriblerus, a partir do simulacro latim, significa baixa escriba, balconista, ou escritor, "escrevinhador". Da combinação das duas palavras, o significado era "um escritor de Marte." No Scriblerian atividade, não há referência a notável exceção a Swift Mars ,uma igual discussão dos marcianos satélites, que apareceram mais tarde em Gulliver's Travels.Portanto, Martinus Scriblerus deve referir-se que o autor do relatório,era na verdade Jonathan Swift. Assim, podemos ver como Swift destinados a partir do início da formação do Clube de centrar a sua atividade em torno de sua experiência pessoal. Além disso, ele deve ter convencido os dois proeminentes contribuintes, os escritores Pope e Arbuthnot, dessa necessidade.A intenção inicial do clube era ter Martin Scriblerus como herói das “Travels”[4].

No entanto, em algum dia após a ruptura formal do grupo, talvez durante a sua criação, Swift escolheu o nome Lemuel Gulliver. Ele também alterou o contexto, e pode ter dado o sentido ao nome Martinus Scriblerus. Foi também estreitamente associado com a sua discussão dos satélites marciano,na época uma revelação que causaria uma intensa polemica ,já que a descoberta astronômica ainda era objeto de pura especulação, e por causa dessa preocupação usava pseudônimo para a sua segurança pessoal. No entanto, aparentemente ele sentiu a necessidade de se fazer esta conexão conhecida através das memórias, desde que mais tarde com visitas a Pope, integrante do Scriblerus Club reacendeu a publicação.

A razão para a sua decisão deve continuar a ser desconhecido, só podemos especular sobre os efeitos da mudança de Scriblerus, para Gulliver. Talvez , Swift decidiu que “Memoirs” eram suficientemente distantes da sua pessoal escrita, e que poucos teriam a capacidade de entender sua revelação. Curiosamente, as “Travels” freqüentemente têm causado tanto leitores e críticos para identificar Swift com seu personagem Gulliver. O Clube Scriblerus era um grupo informal de amigos que incluía Jonathan Swift , Alexander Pope , de John Gay , John Arbuthnot , Henry St. John e Thomas Parnell .

É uma paródia dos romances de viagem, bem como um olhar satírico a vícios de linguagens,tendo como objetivo anagramas e códigos cifrados através de mensagens secretas trocadas entre seus autores [5].Atualmente, entre um numero cada vez maior de autores que andam nas sombras destacamos o misterioso C.S. Scriblerius,que se acredita seja um novo "scriblerian" ,um pseudônimo usado pelo autor do e-book Percyfaw Code e Magic Mistery Travel.[6]

Fonte[editar | editar código-fonte]