Sofia Isabel de Mecklemburgo-Güstrow

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sofia Isabel
Duquesa de Brunswick-Wolfenbüttel
Duquesa de Mecklemburgo-Güstrow
Elisabeth Sophie of Mecklenburg.jpg
Isabel Sofia
Governo
Consorte Augusto, o Jovem de Brunswick-Wolfenbüttel
Vida
Nascimento 20 de Agosto de 1618
Morte 12 de Julho de 1676 (57 anos)
Filhos Fernando Alberto I de Brunswick-Wolfenbüttel
Maria Isabel de Brunswick-Wolfenbüttel
Cristiano Francisco de Brunswick-Wolfenbüttel
Pai João Alberto II de Mecklemburgo-Güstrow
Mãe Isabel de Hesse-Cassel

Isabel Sofia de Mecklemburgo-Güstrow (20 de Agosto de 1613 - 12 de Julho de 1676) foi uma poeta e compositora alemã bem como duquesa-consorte de Brunswick-Wolfenbüttel.

Família[editar | editar código-fonte]

Sofia Isabel foi a única filha do primeiro casamento do duque João Alberto II de Mecklemburgo-Güstrow com a landegravina Isabel de Hesse-Cassel. Os seus avós paternos eram o duque João VII de Mecklemburgo e a duquesa Sofia de Schleswig-Holstein-Gottorf. Os seus avós maternos eram o landegrave Maurício de Hesse-Cassel e a condessa Inês de Solms-Laubach.[1]

Vida[editar | editar código-fonte]

Sofia Isabel começou a estudar música na corte do seu pai, o duque João Alberto II de Mecklemburgo-Güstrow, que era frequentada por uma orquestra conhecida pelo seu uso de grandes músicos ingleses como William Brade.[2] Quando a Guerra dos Trinta Anos ameaçou a sua corte em 1628, Isabel mudou-se para Kassel, a terra natal da sua mãe, que também tinha uma grande tradição musical.

Quando se mudou para a corte de Brunswick-Wolfenbüttel após o seu casamento, Isabel tratou de organizar a sua orquestra e trabalhou muitas vezes com Heinrich Schütz que foi nomeado Kapellmeister em 1655. Pode ter sido ela a ajudá-lo a compor várias árias no seu Theatralische neue Vorstellung von der Maria Magdalena.[2]

Grande parte dos trabalhos de Sofia são hinos ou árias. Alguns foram publicados em 1651 e 1667. Acredita-se que o que foi publicado em 1651, Vinetum evangelicum, Evangelischer Weinberg, foi o primeiro trabalho musical alguma vez publicado por uma mulher na Alemanha.[3] A duquesa também teve um papel importante na introdução de grandes entretenimentos à vida da corte como bailes de máscaras, peças de teatro e bailados para os quais escrevia as musicas. Os seus outros contributos não são claros. Dois dos seus trabalhos dramáticos sobreviveram até aos dias de hoje: Friedens Sieg (1642, Brunswick) e Glückwünschende Freudensdarstellung (Lüneburg, 1652).[2]

Casamento e descendência[editar | editar código-fonte]

Sofia Isabel casou-se no dia 13 de Julho de 1635 com o duque Augusto, o Jovem de Brunswick-Wolfenbüttel. Juntos tiveram três filhos:

  1. Fernando Alberto I de Brunswick-Wolfenbüttel (22 de Maio de 1636 - 25 de Abril de 1687), casado com a landegravina Cristina de Hesse-Eschwege; com descendência.
  2. Maria Isabel de Brunswick-Wolfenbüttel (7 de Janeiro de 1638 - 15 de Fevereiro de 1687), casada com o duque Adolfo Guilherme de Saxe-Eisenach; com descendência.
  3. Cristiano Francisco de Brunswick-Wolfenbüttel (1 de Agosto de 1639 - 7 de Dezembro de 1639), morreu aos quatro meses de idade.

Referências

  1. European Royal History Journal: volume 8.6, page 21-24.
  2. a b c Walter
  3. Tick

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Horst Walter. "Sophie Elisabeth, Duchess of Brunswick-Lüneburg", Grove Music Online, ed. L. Macy (accessed July 15 2007), grovemusic.com (subscription access).
  • Judith Tick. "Women in music, §II: Western classical traditions in Europe & the USA 3. 1500–1800.", Grove Music Online, ed. L. Macy (consultado a 14 de Julho de 2007), grovemusic.com (acesso por subscrissão).